sábado, 17 de janeiro de 2015

SUPERAÇÃO DIANTE DE PERDAS IRREPARÁVEIS!


 
".... Não insistas comigo que te deixe e que não mais te acompanhe. Aonde fores irei, onde ficares ficarei!" (Rute 1:16)
 
A vida é uma sequência de ganhos e perdas. Perdas e compensações fazem parte da vida. É verdade que há perdas insubstituíveis, outras são repostas ou contornáveis.

O grande desafio da vida é como lidar com as perdas irreparáveis. A Bíblia registra episódios com pessoas que passaram por experiências de perdas e que deixaram lições como superá-las. O exemplo mais dramático é o de Noemi. Num período de dez anos perdera o marido e seus dois filhos. Não bastasse,  essas perdas aconteceram em terra estranha, não havia nenhum parente que pudesse confortá-la exceto as suas duas noras que também sofriam a dor da perda.
Em cada família vamos encontrar exemplos de perdas irreparáveis.  Em nossa família minha  sogra num período de duas décadas perdera seu marido e três filhos. Muitas perdas irreparáveis e muito sofrimento.

Lições de vida: Como agir nos momentos de perdas irreparáveis?

1.  Negar-se a ficar só.
“.... não me proíba de ir com a senhora, nem me peça para abandoná-la!"
( Rute 1:16)
Uma história linda de solidariedade entre uma sogra e nora. Ambas sofrem a dor da perda e buscam desenvolver um laço de amizade para enfrentarem juntas as consequências das perdas, a  dor da solidão.  Como é importante desenvolver vínculos de amizades nesses momentos.  Negar-se a ficar só é a decisão  mais sensata da vida. É uma forma de amenizar as perdas. Encastelar-se em si mesmo, entregar-se ao ostracismo, só aumenta a dor,  enfraquece os ânimos  e leva-nos a depressão.

2. Ser construtivo no pensar e no agir.
“... então Rute foi ao campo e andava atrás dos trabalhadores, catando as espigas que caíam...” ( Rute 2:3.a)
Um renovado terapeuta cristão Dr. Laurence Crabb Jr, diz que “ o pensamento  determina o comportamento e o comportamento determina o sentimento”. Segundo o Dr. Laurence não podemos mudar o sentimento das pessoas simplesmente mudando o comportamento  delas. Para os sentimentos e comportamentos mudarem é necessário mudar a forma de pensar, porque as pessoas fazem o que fazem, porque pensam o que pensam.  A vida é uma sucessão de ações como:

Ø   O meu coração e os meus pensamentos vão produzir o que eu creio;

Ø  O que eu creio produz a minha convicção;

Ø  A minha convicção produz a minha atitude;

Ø  A minha atitude vai produzir o meu caráter;

Ø  O meu caráter vai produzir meu comportamento;

Ø  E o meu comportamento irá produzir a minha vida!.

 Sogra e nora formam uma parceria construtiva no pensar e no agir. Lendo  todo   desenrolar da história  dessas duas bravas mulheres, ao retornarem para a terra de Noemi, vamos nos surpreender  com  grandes lições inspiradoras de vida em tempos difíceis. Rute procura trabalhar e ocupar a sua mente ( Rute cap.2). Nega-se a ser uma pessoa amargurada.  Suas atitudes de não se entregar ao ostracismo trouxeram esperanças para a vida de sua sogra Noemi. Um recomeço de vida maravilhoso. Ambas souberam compensar as suas perdas.

3. Nos momentos de perdas a melhor solução é buscar novas compensações.
“... E as  mulheres disseram a Noemi: Louvado seja o Senhor, que lhe deu hoje um neto para cuidar de você!...”Rute 4:14.a)
Noemi e Rute entenderam que a melhor opção que elas tinham era recomeçar a vida. A melhor opção para um recomeço é agir em direção de novos propósitos, seguir em frente. Deixar para trás o que não se pode mais ter de volta. Entender que há uma razão para se viver. Gerar pensamentos novos e atitudes novas. O vazio existencial é  definido pelo  por que viver, o sentido de viver é definido para que viver.

4.. As perdas por maior que seja não é o fim da  caminhada.
“... Nasceu um filho para Noemi!  E lhe deram o nome de Obede” ( Rute 4:17.b)
Noemi retornou a sua terra sem nenhuma perspectiva de futuro. Sentia-se amargurada e o que lhe restava um fim de seus dias melancólicos e solitários. Sua historia mudou para melhor, veio a ser a bisavó do maior rei de Jerusalém, Davi. Que compensação maravilhosa quando se entrega aos infortúnios da vida. Nunca devemos nos esquecer que Deus é o Deus dos impossíveis.

Os impossíveis serão possíveis quando Deus dos impossíveis intervém em nossa historia. Não fique apenas contabilizando perdas, invista no que está por vir.

Refletindo:
A vida não termina nem com o fracasso nem com perdas significativas. A vida começa a cada raiar de um novo dia. Não contabilize perdas, contabilize oportunidades que a vida gera em circunstancias difíceis.
Por amor a Cristo!