sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

QUANDO APLICAR “ SEMPRE “ NO RELACIONAMENTO CONJUGAL



“Farei durar para “sempre” a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu” 
( Salmos 89:29)

 
Todos nós casais lutamos em construir um relacionamento conjugal saudável e duradouro. Em nossa experiência de 35 anos de casados,  temos aprendido que  não existe nenhuma mágica;  e sim, uma construção, dia-a-dia,  de dedicação de investimento contínuo e recíproco.

Mas há uma palavra mágica, que quando praticada, produz efeitos surpreendentes, a palavra  “ sempre" . Compartilharemos  oito maneiras para você  aplicar  a palavra “sempre”,  lembrando que seja  em concordância “ sempre”  com o seu cônjuge:

(1) “Sempre"  peça permissão  para lidar com um conflito
Certifique-se  de que  o seu cônjuge está disposto a conversar sobre o assunto. Pedir permissão e com uma dose de delicadeza, ajudará a estabelecer um ambiente para resolução de qualquer conflito.

(2) “ Sempre"  convidar Deus para ser parte da resolução de um conflito.
Quando Deus é convidado a tomar parte na resolução de um conflito, o tom da conversa muda completamente.  Não acalmados os ânimos e a solução não vem, busquem em oração sabedoria divina. Tiago 1:5, diz:
“ Se alguém de vocês tem falta de sabedoria, peça a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida”. Nada esfria os ânimos tão rapidamente do que as palavras  “ vamos orar?”.

(3) “ Sempre"  admita quando estiver errado
Muitas das discussões seriam rapidamente apaziguadas se a pessoa errada reconhecesse seu erro e buscasse o concerto. Não admitir que errou   é prolongar um conflito, desnecessariamente. Esteja disposto a reconhecer o seu erro, confessá-lo e pedir perdão.

(4) “ Sempre"  ouça com o coração
Saber ouvir é ficar quieto na presença do outro, a fim de chegar à percepção das necessidades que estão por baixo dos seus sentimentos.   Siga essa regra áurea bíblica, de Tiago 1: 19,,20. “ Todo homem (mulher), pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para  se irar. Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus”.

(5) “ Sempre"  conserve as discussões fora do ambiente do quarto
O quarto do casal é  um lugar sagrado, deve ser mantido imaculado e longe dos conflitos.  Espaço íntimo preservado à intimidade; não para manipulação, usando  o sexo como arma. Conserve sempre o princípio bíblico de 1 Coríntios 7:3-5, que diz: “ O marido deve cumprir os seus deveres conjugais para com sua mulher, e da mesma forma a mulher para com o seu marido ... não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento, durante certo tempo, para se dedicarem a oração”.

(6)  “ Sempre"  focar no assunto e  não na pessoa
As mulheres tem habilidades em lidar com várias coisas ao mesmo tempo; essa habilidade o homem não tem, ele  concentra-se em uma   coisa de cada vez.
Imaginem o que acontecerá se a esposa trouxer vários assuntos ao mesmo tempo? O principal assunto sai do foco, cria-se uma roda viva de discussões, sem fim. Começam as agressões pessoais;  o relacionamento do casal vai tomando um rumo sem volta  e ninguém sai ganhando.

(7) “ Sempre"  lidar  com as questões do coração  antes do por do sol
A Bíblia trata a questão da ira com seriedade. Efésios 4:26,27, diz: “ Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo”. O por do sol  é o limite para o casal fazer concerto  um com o outro; abrindo o coração em  situações  ocorridas durante o dia, que magoaram ou causaram feridas.

Quanto mais o conflito se estender, maior será o grau de dificuldades  para a solução e cura.  Mágoas não resolvidas, geram ressentimentos,  raiz de amargura e enfermidades emocionais.  Jamais vá dormir irado, porque abrirá brechas dando ocasião ao diabo.

(8) “Sempre"  decidam   juntos  por um plano
A causa de muitos conflitos familiares tem origem na falta de um plano, onde se estabelece regras bem definidas a serem  seguidas por todos.

Quando o casal trabalha junto buscando  maneiras mais adequadas para investir nos filhos, cuidando com atenção de suas finanças,  evitando  dívidas desnecessárias, planejando como gastar, economizar e investir, os conflitos acontecerão,  mas em níveis normais  de uma família bem estruturada.

Concluímos desejando  que seu casamento seja um para “Sempre”;  sem cessar, sem fim e sem interrupção feliz e muito abençoado.Amem!
Por amor a Cristo!