sexta-feira, 6 de abril de 2012

PAIS GUERREIROS! POR ESTA CAUSA VALE A PENA LUTAR

                              




 “Herança do Senhor são os filhos;  o fruto  do ventre seu galardão.  Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da mocidade”  ( Sl. 127.3-4)

Gerar e educar filhos  tem se tornado missão cada vez mais desafiadora.  No  modelo original de Deus a família é constituída por um homem e uma mulher, para exercerem dois papéis fundamentais: procriar e lutar por  uma formação integral de seus filhos   

É preocupante o fato  que muitos pais tem transferido a responsabilidade  de construir o caráter, valores morais e espirituais de seus filhos, aos avós, tios,  escola e  até mesmo à igreja. Todos são  inclusivos no processo da  formação integral da criança; mas são  os pais que prestarão contas a Deus de seus filhos.

O mais preocupante ainda,  muitos jovens tornam-se pais imaturos e  despreparados para  tão importante missão. Alguém afirmou com propriedade que uma longa distância separa, procriar  de formar  indivíduos para à vida.

A procriação pressupõem-se que, tanto o  homem quanto a  mulher,  já passaram pelos estágios necessários do amadurecimento pessoal, social, intelectual, espiritual e familiar. Que estão preparados para procriarem filhos saudáveis, que se tornem homens e mulheres responsáveis, maduros, garantindo um ciclo geracional  de forma que cada geração se torne melhor que a outra.

Educar é estabelecer um  código de conduta, a partir de um conjunto de normas, costumes, idéias e princípios.  Formar vai além do educar; Deus delegou aos pais cristãos transmitir a seus filhos a verdadeira identidade e destino ( Mal 3:15).
  
Filhos não são propriedades dos pais, são galardões: “Herança do Senhor são os filhos;  o fruto  do ventre seu galardão”( Sl. 128:3).  Galardão é  uma recompensa, um presente de Deus, aos pais, que como guerreiros lutam por seus filhos.  O retrato de muitas famílias não traduz essa realidade. Para muitos pais, filhos são estorvos para a carreira, dão trabalho, despesas, etc.


Pais são guerreiros. os filhos as flechas:   "Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da mocidade”( Sl.128:4)  Uma flecha sozinha não tem valor. Para que ela cumpra o seu objetivo – acertar o alvo, precisa de um arco. Mas só a flecha e o arco também não cumprirá o seu objetivo. Precisa de um guerreiro para poder lançá-la. E quem são estes guerreiros? OS PAIS.   As flechas na mão de um guerreiro têm uma direção pré-determinada.  

Os pais precisam acertar o alvo:  Quantas crianças, adolescentes e jovens são lançados à vida,  totalmente sem direção;  porque os seus pais não tem assumido o  papel de ensinar e formar; não exercem a  paternidade  e maternidade;  não têm sido os sacerdotes da  família. Tornam-se como  um barco à  deriva, sem direção e levados pelos ventos e pelas correntezas da vida.

Pais que foram treinados para guerreiros. Quando um soldado vai para a batalha foi exaustivamente treinado e sabe exatamente o QUE e COMO fazer. Conhece tudo sobre os inimigos que vai enfrentar. Os pais são esses guerreiros. Precisam traçar alvos, objetivos para que seus filhos possam saber em que direção eles serão lançados e com precisão.
É necessário que os pais tracem alvos espirituais e de valores aos seu filhos. Para que, quando se tornarem adultos, sejam pessoas Responsáveis, Seguras, Amorosas, Confiantes, , Virtuosas, Disciplinadas, Controladas e Sujeitas a Autoridade.

Pais que estão permanentemente se reciclando: Outro aspecto importante é que um guerreiro está sempre reciclando, recompondo as suas energias para a batalha seguinte.  Se já é difícil enfrentar uma batalha preparado, imagina despreparado e desmotivado! 
Isso tem acontecido com muitos pais como guerreiros de Cristo. Entram para a batalha da formação e da educação dos filhos totalmente desnorteados, sem direção.   Os pais precisam buscar essa preparação para que a luta seja mais tranqüila e com menos dificuldades.  

Buscar ajuda. Quando um guerreiro está com dificuldades e não sabe como agir ele procura o seu superior para ajudá-lo e nós temos o Supremo Comandante, mais poderoso, mais amoroso, mais paciente para nos auxiliar que é o nosso Deus.

Tudo tem seu tempo determinado e é tempo de plantar, de investir no coração dos filhos para que você, pai e mãe, como guerreiros possam receber uma boa recompensa, uma boa herança e para que não seja frustrada a sua esperança (Pv.23.18) 
Reflexão:
 Que o Senhor  nos faça valentes guerreiros e habilidosos oleiros, na  formação   de  nossos filhos, para que cumpram o destino traçado por Deus.  Amem! 
 ( acesse o site  – www.udf.org.br -   você  encontrará cursos  e orientações de como criar filhos a maneira de Deus).
Por amor a Cristo!