domingo, 13 de janeiro de 2013

DEUS FEZ DE VOCÊ UM EMPREENDEDOR




“... Porque qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver, até o que tem
ser-lhe-á tirado” 
( Mateus 25:29)


Empreendedorismo não é uma invenção  humana  é uma ideia de Deus. Ao criar o homem  o Criador incumbiu-lhe a tarefa de multiplicar ( Gn. 1:29).  O senhor Jesus no seu ministério terreno foi um empreendedor. Tudo que fazia multiplicava.
 
Na parábola dos talentos, em Mateus 25:14-30, deixa claro que no Reino de Deus não há espaço para quem não produz.  Um princípio básico:   aquele que investe o que tem, multiplica ;  aquele que não investe, até o que tem,  perde.

Todo indivíduo possui pelo menos três coisas disponíveis na vida:  tempo – talentos – oportunidades.   As 24 horas do dia e os doze meses do ano,  são iguais para todos. Deus nos fez  empreendedores do nosso tempo, dos talentos e das oportunidades. Vamos prestar contas do que estamos fazendo com aquilo que o Senhor nos deu.

A pergunta chave é:  Onde e como fazer o melhor investimento do nosso tempo, talentos e oportunidades?

1.  Invista  em pessoas
Investir em pessoas é seguramente o investimento mais importante. Quando falamos em pessoas, o processo de investimento começa na própria pessoa.  A qualidade do caráter é que fará bons cidadãos, qualificados para todas as funções da vida.
O que confere qualidade a uma empresa, um negócio, um governo ou um ministério  é a qualidade do caráter dos homens que os controlam. Se   você deseja um mundo melhor para a sua futura geração, então, invista tempo,  talentos, aproveite as oportunidades e invista em pessoas.

2.  Investigue antes de investir
Tenha cuidado com as aparências e com  as oportunidades fáceis.  As  experiências tem nos mostrado que aparências e oportunidades fáceis nem sempre são os melhores indicadores.  Muitas frustrações na vida são resultados de investir em algo que aparentou um bom negócio ou boa escolha. 
Formar parceria num negócio, escolher uma profissão, uma pessoa com quem vai se casar,  são alguns dos exemplos  que podem causar frustrações.

3. Arrisque, não aposte
Você não tem uma  bola de cristal para acertar em tudo.  Haverá momentos na vida que precisará arriscar. Nem todas pessoas são confiáveis, mas precisamos dar um crédito de confiança.  Fazer um plano de viagem, por exemplo, precisamos correr algum risco ao confiar numa agência que vamos contratar.   

Arriscar não é o mesmo que apostar. Apostar é deixar a sorte decidir.  Provérbio diz o seguinte:  “os bens que facilmente se ganham, esses diminuem, mas o que ajunta com a força do trabalho, terá aumento” ( Prov.13.11).  Mesmo em situações de risco, nada deve ser feito sem buscar a orientação de Deus. 

4. Faça tudo de acordo com a lei e por escrito
Duas regrinhas  precisam estar bem claras: 1ª)  Deus jamais estará ao lado do fora da lei. Deus é um Deus de justiça; 2ª)  jamais  invista em algo que não esteja coberto pela lei,  documentado e assinado. Os acordos por escrito nunca diminuíram a confiança entre os amigos.

Essas regrinhas afastará você de futuros desentendimentos. O desentendimento é uma ferramenta do diabo.  A  imprudência é uma ferramenta da carne.   Um mal entendido pode  transformar amigos em inimigos.  As pessoas  perdem o melhor de Deus,  por causa da imprudência e do desentendimento.

5. Tente tantas vezes for preciso
Fracassar algumas vezes não é atestado de fracassado. Se você fracassou em um investimento, ou algo na vida, fique com as lições e enterre o resto.  Homens que falharam e se recusam a tentar outra vez, vivem com a morte.  Não faça isso. Aprenda a viver. Enterre seus fracassos, não os talentos.  Admita sua perda e aprenda com ela.  Não carregue seus erros como um cadáver.
 
6. Invista em pessoas que   o inspirem
Aprendemos com a  parábola dos talentos  outro princípio de vida:  o homem que menos faz é o que mais justifica. Pessoas produtivas não desperdiçam tempo e  oportunidades nem encobrem seus feitos com muita conversa.

Invista seu tempo em pessoas que o inspiram. Invista seu dinheiro em indivíduos que produzem algo. Invista seu talento em pessoas criativas.  Há um princípio bíblico que diz: “o ferro com o ferro se afia” ( Pv. 27:17 ).  Cerque-se de pessoas, cuja qualidade de mente e caráter,  possa “afiar” você.  Não se deixe enganar por pessoas que falam muito. Invista em pessoas que produzem. Faça sólidas amizades.

Para você refletir:
Saiba que de alguma maneira você está contextualizado no mundo do empreendedorismo. Reflita com carinho cada item exposto. Seja um  daqueles que vão receber esta palavra do Mestre: “ bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre  muito te colocarei...” ( Mt. 25.23)

 
 
Por amor a Cristo!