domingo, 25 de agosto de 2013

ENCONTRANDO O PONTO " E " NO CASAMENTO.


“ sem lenha o  fogo apagará;  e, não havendo maldizente, cessará a contenda” ( Provérbios 26:20)


Como encontrar o ponto “E” no casamento?  O  ponto “ E “  é o Equilíbrio que todo casal precisa encontrar para viver bem e em harmonia.  Casal que briga por qualquer coisa  costuma ter frustrações não resolvidas  e que estão reproduzindo negativamente no relacionamento conjugal.
Se as brigas entre o casal  são  rotineiras,  é bom avaliar se não há alguma carência seja na área sexual, na área afetiva, na realização pessoal, no relacionamento com Deus  ou em qualquer outra área.

Algumas dicas para encontrar o  ponto “ E “  no casamento:

(1)  Procure Identificar se há algum déficit de carência em sua vida pessoal.
Muitas pessoas  independente do sexo vão para o casamento levando na bagagem um déficit em alguma área da sua vida.   Outros tipos de déficits  vão se acumulado  no casamento. E o casamento vai perdendo o seu encanto de  felizes para sempre.

Identificar essas áreas é um passo importante para encontrar o equilíbrio no casamento.  Há situações de carências que nem o marido nem a esposa pode supri-las. Por exemplo, a  carência afetiva em razão do abandono dos pais,  ou pelo divorcio dos pais, pela falta da benção familiar, são   déficits que nenhuma outra pessoa pode preencher.

Se você vive esse tipo de carência, coloque-as para Deus. Somente Ele pode suprir você, mais ninguém.  Libere perdão as pessoas que falharam com você,  receba o suprimento do amor de Deus.   
 
(2)   Procure eliminar as briguinhas que acontecem por qualquer motivo
Para alguns casais as briginhas passam a ser  tão naturais que não incomodam mais. . Brigam por qualquer motivo ou mesmo sem precisar de motivos. As brigas fazem parte da rotina do casal. É horrível isso, uma demonstração de imaturidade e falta de criatividade. Vamos dar alguns exemplos:
- Se o marido chega em casa com uns bombons para agradar a esposa ela logo reage: “ Você está me provocando? Não sabe que eu estou de regime?.  O marido calmamente tenta explicar: “ Benzinho, só queria te agradar”.   A esposa não se dá por satisfeita, replica: “ Se quer mesmo me agradar, então me ajude a lavar as louças”.  O marido joga os bombons , afasta-se  dela, vai assistir televisão ou ler um jornal,  acabou o papo.
- As vezes o marido briga com a esposa  só para não querer baixar a guarda.  Sabe que está errado mas não cede. Sabe que pode e deve dividir determinadas tarefas em casa e não faz.
Ataques pessoais tipo “ Você é um mentiroso”, “ Você é uma  estúpida”, são atitudes de desrespeito. Esses ataques desvalorizam a pessoa amada, só contribuem para o afastamento do casal. 
Você quer  buscar o seu ponto de EQUILÍBRIO? Elimine as briguinhas  e entenda  as dificuldades ou necessidades do seu  cônjuge.  Demonstre interesse em ajudar.  O seu esposo ou a sua esposa ficará agradecido de ouvir  perguntas  desse tipo: “ Como posso te ajudar?” O que você precisa de mim agora?. ‘Eu entendo a sua dificuldade não quero cobrar nada de você neste momento’.  Estes gestos de companheirismo vão convergir para encontrar o ponto “E” no casamento.

(3)  Procure não transferir a culpa para o outro
A transferência  de culpa  é uma tentativa de não assumir os  próprios erros  transferindo  a outrem.  É uma atitude  da auto-justificação para ficar bem consigo mesmo.  Um comportamento  egoísta,   que não pensa na felicidade do  outro.

Quando não assumimos a culpa dos nossos erros  estamos negando a nós mesmos.  Não se trata de um ocorrido  acidental,   mas de um  desvio de caráter. Se as práticas de  desvio de caráter não forem  tratadas  por Deus as chances de encontrar o ponto “E” no casamento será zero.

(4)  Entenda que as vezes é preciso perder para ganhar
Muitas das questões conflitantes no casamento  é devido ao fato de não  admitir  perdas. Duas palavras chaves para manter o ponto “E” no casamento: a primeira é o amor, a segunda é sacrifício. O amor é o alimentador  do casamento.  O Sacrifício é o eliminador de tudo que se opõem ao casamento.  O amor verdadeiro é marcado pelo sacrifício. Porque eu amo verdadeiramente, eu sacrifico o que for preciso.  Por amor eu  sacrifico uma pescaria, por amor eu sacrifico uma promoção pessoal que pode colocar em risco o meu casamento.
Ninguém se casa para ser feliz, isso é egoísmo, mas para fazer o outro feliz, isso é altruísmo, amor incondicional e o resultado, ambos serão felizes. Pense nisto!!!

Refletindo:
Desejamos que esta reflexão possa ajudar você a encontrar o  ponto “ E “  do EQUILIBRIO, no seu casamento.  Considere cada ponto abordado, identifique os pontos fracos e busque ajuda do alto para  que o seu casamento seja fortalecido no Senhor. Que Deus abençoe rica e abundantemente sua vida, seu casamento, sua família.

GRATIDÃO:
Esta é a 100ª meditação de nosso blog  meditações. Graça a você que tem sido nosso parceiro e parceira  de caminhada.  Chegamos a  18.000 acessos, certamente muitas vidas estão sendo edificadas. Contamos com seu apoio e orações.

Por amor a Cristo!