domingo, 20 de julho de 2014

A LACUNA QUE EXISTE ENTRE A VIDA REAL E O TIPO DE VIDA QUE DEUS ESPERA DE MIM!

 
 
“....  E antes  dele não houve rei semelhante, que se convertesse ao Senhor com todo o seu coração, e com toda a sua alma, e com todas as suas forças, conforme toda a lei de Moisés; e, depois dele, nunca se levantou outro tal” ( 2 Reis 23:25)

Deus criou o ser humano de forma ideal e completo. O pecado o tornou impossibilitado  de viver a vida na sua  plenitude:  De ideal passou a ser real. O real é o estado em que cada pessoa se encontra, neste exato momento de sua vida. Entre o ideal de Deus e o real existe uma grande lacuna.  O que  pode ser  uma deficiência espiritual, moral, ética,  emocional e até física. Definimos como ausência de Deus e a presença do pecado.
Cada  indivíduo, independentemente de sua posição, deve buscar direção de Deus para eliminar  o quanto possível  essa  lacuna. Na medida em que a pessoa  for ocupando posição de destaque,  diante de Deus e dos homens,  essa responsabilidade torna-se prioridade à vida.

 O rei Josias percebeu essa lacuna que existia na sua vida e no seu reino. Percebeu que havia uma lacuna provocada pelo seu pai e avô, em relação ao seu bisavô Ezequias.  Ao buscar o livro da Lei percebeu a grande lacuna que existia entre seus esforços para conduzir seu povo a Deus e as expectativas do próprio Deus  para a sua nação escolhida. (releia todo contexto dessa história).

Lições que podemos extrair das atitudes de Josias na reparação dessas lacunas:

1ª-  Retorno à Palavra de Deus
“.... Sucedeu, pois, que, ouvindo o rei as palavra do livro da lei, rasgou as suas vestes “
( 2 Reis 22:11)
Rasgar as veste significava um gesto de quebrantamento e humilhação diante Deus.  A Palavra de Deus, aplicada aos nossos corações, deve causar uma imediata comoção de arrependimento e retorno às ações que ela nos conduz a fazer. Para nós cristãos não se trata rasgar as vestes, mas rasgar o coração  em arrependimento profundo  nos lamentando e restituindo a Deus a verdadeira adoração. Quando Deus fala com você qual tem sido a sua atitude?

2ª- A resposta deve ser imediata
“... Porque nunca se celebrou tal páscoa como esta desde os dias dos juízes que julgaram a Israel, nem em todos os dias dos Reis de Israel”
 ( 2 Reis 23:22)
O povo imediatamente respondeu o chamado do rei Josias. Uma forma de lealdade ao rei. Há duas maneiras de você  responder a um chamado: por respeito e lealdade ao seu líder,  ou, por compreensão pessoal de sua própria responsabilidade  diante de Deus. As duas coisas deveriam acontecer na vida do cristão. Quando o líder volta-se para Deus, em santidade e obediência à prática cristã, o povo deve acompanhá-lo. Mas a reforma duradoura, dar-se-á quando o povo retorna ao caminho da santidade, pela compreensão e abandono do seu pecado.  Um líder carismático pode conduzir multidões, para si;   entretanto,  só terá efeitos práticos se  conduzir essa multidão à Cruz de Cristo.  A tendência da multidão é fugir da Cruz.
 
3ª- Ter a percepção  que a lacuna é um indicador que precisamos rever nossa conduta cristã
“... E o rei deu ordem a todo povo, dizendo: Celebrai a  Páscoa ao Senhor, vosso Deus, como está escrito no livro do concerto” ( 2 Reis 23:21)
O rei Josias teve a percepção do retorno a celebração da Páscoa exatamente como Deus havia transcrito.  Uma lacuna reparada. O que você deixou de fazer de importante na sua conduta cristã?  O que o Senhor Jesus ensinou que você não está fazendo mais ou fazendo sem excelência? O Senhor Jesus deu a ordem: “ fazer discípulos a todas as nações”. Você tem levado a sério essa ordem de Jesus? Qual lacuna precisa ser reparada na sua vida?

4ª-  Boas intenções e práticas religiosas vazias, não eliminam as lacunas  que existem entre você e Deus.
“.... Também tirou da Casa do Senhor o ídolo do bosque para fora de Jerusalém até o ribeiro de Cedrom, e o queimou junto ao ribeiro de Cedrom, e o desfez em pó, e lançou o seu pó sobre as sepulturas dos filhos do povo” ( 2 Reis 23:6)
 Boas intenções e práticas religiosas vazias não eliminam as lacunas do coração do homem. Deus não está contente com a criatura que criou, nem com a diversificação das práticas religiosas que se propagam no mundo. Há muitos tipos de ídolos infiltrados dentro da igreja do Senhor Jesus, verdadeiros atrativos para atrair multidões.  O que você pensa a respeito disso?
Refletindo:
"...E chamar-te-ão reparador das roturas e restaurador de veredas para morar" ( Isaías 58:12.b)
As lacunas nos afastam de Deus e nos impedem de desfrutar a vida abundante que o Senhor Jesus prometeu. Qual é a sua lacuna? Se você está sendo tocado pelo Espírito Santo em alguma área de sua vida, faça como  o rei Josias, rasgue o seu coração diante de Deus. Tenha uma resposta imediata a uma vida de santidade.  Você é chamado para ser um restaurador das veredas antigas do Senhor. Amem!
Por amor a Cristo!