domingo, 6 de julho de 2014

DEZ MOTIVOS PORQUE NÃO TEREI FALTA DE NADA !

Se qualquer pessoa ao  refletir  sobre o salmo 23 e não conhecendo o contexto da vida do autor, logo exclamará: Oh, Como desejo essa vida para mim! Entretanto, ao conhecer o contexto turbulento da vida de Davi, talvez até mude de ideia.  A essência do Salmo 23 não é desejar a experiência de vida de Davi, mas sim,  desejar o Deus de Davi.  
Cada cristão deve viver a sua própria experiência de  fé e declarar como o salmista:       “ Não terei falta de nada ”.  

Pelo menos dez motivos  devo declarar, porquê não terei  falta de nada:
1º Motivo -  Porque tenho  o  Senhor Jesus como meu  supremo pastor
“ O Senhor é o meu pastor...” ( 23.1.a)
Não se trata de um pastor qualquer. Nada menos do que filho de Deus, que foi capaz de dar a sua própria vida, por mim. É do próprio Senhor Jesus essa declaração:  “ Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a vida pelas ovelhas”. Um pastor que se doa, diuturnamente, por mim.  Apenas esse motivo, bastaria;  mas não para aqui.

2º Motivo -  Porque Confio em sua firme liderança
“ ... em verdes pastagens me faz repousar...” ( 1.b )
A ansiedade tem sido o grande mal da sociedade moderna. A ansiedade rouba o sono, rouba a confiança do Deus provedor, que diz: “nada me faltará”.  A confiança na liderança do Senhor dá ao trabalhador um repouso tranquilo, na certeza que  no dia seguinte a provisão de Deus, não faltará. O salmo 127:2, diz: “ inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores , pois assim dá ele aos seus amados o sono”. Para que isso seja real na sua vida é preciso que Deus esteja no controle de tudo: aí você pode repousar tranquilo -" Em paz me deitarei e dormirei; porque só Tu, Senhor, me fazes habitar em segurança" ( Sl. 4:8).
 
3º Motivo – Porque me dá paz nos momentos de turbulências e desespero.
“.... e me conduz a águas tranquilas...”
Que tranquilidade confiar em alguém que tem poder sobre as forças da natureza. O Senhor Jesus repreendeu o mar e uma grande tempestade, quando encontrava-se, num barco,  com os seus discípulos, veja: “ E, navegando eles,  adormeceu; e sobreveio uma tempestade de vento no lago, e o barco enchia-se de água, estando eles em perigo. E, chegando-se a ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, estamos perecendo. E ele, levantando-se, repreendeu o vento e a fúria da água; e cessaram, e fez bonança” (Lucas 8:23,24). Só esse motivo já bastaria, de não ter falta de nada. Não para aqui!

4- Motivo – Porque não me faltam forças quando as minhas acabam
“... restaura-me o vigor....”
Quantas vezes as forças acabam, o ânimo desaparece e tudo indica o fim.  Nestas hora o Senhor se manifesta e restaura- nos o vigor. Muitos heróis da bíblia venceram grandes batalhas em momentos que suas forças tinham chegado ao fim. Muitos desses heróis  “ apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalhas se esforçaram, puseram em fugida os exércitos dos estranhos” ( Hebreus 11:34).

5º Motivo – Porque não me falta a proteção de sua justiça
“... guia-me nas veredas da justiça ..”
A justiça é um dos atributos exclusivos de Deus. O próprio Deus é o padrão de justiça. Usa seu poder e autoridade com sua própria perfeição moral. O salmista declarou: " Porque o Senhor é justo e ama a justiça; o seu rosto está voltado para os retos" ( Sl.11:7)  Jesus, enquanto homem, vivia debaixo da justiça e proteção, do Pai. Na sua ressurreição retomou para si esse padrão de justiça e autoridade. Em momento algum devo fazer justiça própria, mas devo estar seguro que a minha causa está sendo advogada pelo Senhor da Justiça.

  Motivo – Porque não me falta consolo nos momentos de perdas irreparáveis.
“... mesmo quando eu andar num vale de trevas e morte....”
Muitos de nós já  passamos  por perdas de parentes queridos, perdas inesperadas do emprego, da  moradia, sabem o quanto é valioso o consolo e a presença do Senhor nestas horas. A morte  é a pior das trevas, nos tornamos impotentes diante dela. Somente uma pessoa especial, que passou pela morte e a venceu, é capaz de conduzir-nos seguramente para o outro lado da vida: o Deus da vida, o nosso Pastor.

 7º Motivo – Porque não me falta correção e proteção nos momentos de vacilos.
“... a tua vara e o teu cajado me protege....”
O cajado de um pastor era usado  para correção e proteção do rebanho.  A correção faz parte da vida, quem ama corrige. A vara é recomenda na Bíblia, embora a pedagogia moderna tem entendido como desnecessária. “ A  estultícia está ligada ao coração do menino, mas a vara da correção a afugentará dele”  ( Pv. 22:15). Não pode faltar na minha vida a vara da correção e da proteção do Senhor.

8º-  Motivo  - Porque não me falta unção para o exercício  do meu sacerdócio.
“... Unges com óleo a minha cabeça...”
Na antiga cultura oriental era costume o anfitrião ungir os seus convidados para a  festa que promovia. Os reis e sacerdotes eram ungidos para as suas funções.  O crente é um ungido do Senhor e faz parte do sacerdócio santo  e eleito do Senhor ( I Pe. 1:9 ) O anfitrião, Jesus Cristo, nos unge e nos protege em toda a nossa jornada aqui na terra. Não tenho desculpas de faltar óleo da unção do Senhor sobre a minha vida. " Porque tu acenderás a minha candeia..." ( Sl. 18:28)
9º Motivo -  Porque não me falta a bondade e a misericórdia do Senhor.
“... Sei que a bondade e a misericórdia  me acompanharão todos os dias....”
“ As  misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos; porque as suas misericórdias não tem fim” ( Lm.3:22).  Que tranquilidade contarmos com a bondade e a misericórdia do Senhor todos os dias de nossa vida. O Senhor prontamente responde nosso pedido de ajuda quando clamamos a Ele.  Não tem me faltado a provisão da graça do Senhor!

10 º Motivo – Porque não me falta nada para crer  que terei uma  habitação  eterna.
“... e voltarei a casa do Senhor enquanto eu viver....”
O supremo pastor subiu para o céu deixando uma das mais importantes  promessa:   Vou preparar-vos lugar” ( Jo 14:3.a). Não só nos deixou uma promessa mais indicou o caminho para alcançarmos essa promessa.  “ Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim”( Jo 14:6).  O Senhor se coloca como o próprio avalizador da promessa. O que me falta ainda? Absolutamente nada!

Refletindo:
"... A minha alma disse ao Senhor: Tu és o meu Senhor; não tenho outro bem além de ti" ( Sl.16:1)
São dez motivos que dá ao crente a certeza que Davi experimentou em sua vida terrena. Não precisamos ser igual a Davi, mas podemos  reivindicar e experimentar  os favores e as bênçãos do Deus de Davi. Assim, podemos declarar:  “ O senhor é o meu pastor, não tenho falta de nada”. Amem!

Por amor a Cristo!