sábado, 18 de outubro de 2014

ATITUDES DE UM LIDER VENCEDOR!


Para quem aspira uma liderança vencedora  a  trajetória  de Davi  é uma das mais belas e ricas em  ensinamentos.  As lições que vamos aprender com  Davi,  foram vividas em campos de batalhas antes de assumir o trono de rei de Israel.  No cap. 30,  de 1 Samuel, descreve  a atitudes de  um líder,  que  não tinha um trono, mas tinha uma missão.  Não tinha  uma nação para governar, mas tinha um compromisso de  Batalhar as guerras do Senhor e lutar em defesa da justiça.
 
DEZ ATITUDES  QUE APRENDEMOS COM DAVI:

1ª-  Um líder que vê  (  I Sm. 30:1-3 )
“... quando Davi e os seus homens chegaram viram que a cidade tinha sido queimada e que as suas mulheres, os seus filhos e as suas filhas haviam sido levados embora (V.3).
Davi ao chegar de uma batalha, viu que sua família havia sido roubada pelos inimigos, viu que sua cidade havia sido saqueada e destruída. O líder precisa estar atento e ver o estado em que se encontra a sua família.  O inimigo está à espreita e  um pequeno descuido,   fará um estrago em seu casamento,  e na vida de seus filhos.
 
 2ª- Um líder que  expressa  sentimentos  ( I Sm. 30: 4-5)
Então Davi e os seus homens começaram a chorar e choraram até  ficarem sem força” (30.4)
A  atitude de Davi derruba a tese que,  expressar sentimentos e chorar por uma causa, é uma demonstração de fraqueza de um líder.  O líder que não chora pela causa que luta,  além de ser insensível,  perde a oportunidade de  ensinar, aos seus comandados, a lidarem com os seus sentimentos. Davi chorou intensamente até perder as forças,  os seus comandados, fizeram a mesma coisa.  Seja qual for o seu nível de liderança, seja sensível, expresse seus  sentimentos.  Pais,  os seus filhos precisam aprender expressar sentimentos  com você.

3ª- Um líder  que administra conflitos
“... Davi, ficou então numa situação muito difícil, pois os seus homens estavam tão amargurados por ficarem sem os seus filhos, que falavam até em matá-lo  a pedradas” (30. 6)
Administrar conflitos é uma virtude indispensável de um líder. Davi enfrentou uma situação das mais difíceis, contornar os ânimos de seus comandados, que tinham perdido a família e os seus bens.  O líder deve estar consciente do  preço  que pagará, num eventual  fracasso. Os seus liderados  podem não entender determinadas situações,   causando  um ambiente de desconforto e até de  ameaças.  Nestas ocasiões,  o líder forjado em administrar conflitos,  fará a diferença.

4ª-  Um líder que consulta  a  Deus ( 30. 7-8 )
“ Então Davi perguntou a Deus, o Senhor:  Devo ir atrás desses invasores? Conseguirei pegá-los? Deus respondeu:Vai atrás deles. Você os pegará e libertará os priosioneiros” (30..8).
Davi tinha consciência de sua missão. Não só  lutava  em defesa de sua vida e de seus comandados, mas tinha uma causa que o impulsionava: lutar pela liberdade do seu povo.   Sabia que, sem a presença de Deus, não teria sucesso nenhum.  Tudo que realizamos, nesta vida , deve ser encarado como uma missão  que tem um propósito definido  por Deus.  Um líder que não consulta a Deus, para aquilo que vai realizar, está fado ao fracasso. 

5ª- Um Líder que  obedece a  Deus (30.  9-10)
“...  Então Davi e os seus seiscentos homens saíram...” (30..9 )
Davi ouviu a voz de Deus e obedeceu imediatamente.  Essa deve a atitude de um líder que está compromissado com Deus. Se Deus diz ao  líder: vá;  então,  ele não discute, sai imediatamente à batalha.  O mérito da conquista,  não está baseado  na coragem, na equipe, nem nas habilidades:  está em obedecer ao Senhor. 

6ª- Um líder que não descarta qualquer ajuda ( 30.11-16)
“... Então Davi lhe perguntou: Você pode me levar até onde os amalequitas  estão? “  (30: 15)
Davi valeu-se da ajuda de um inimigo,  que foi abandonado pelo bando dos amalequitas que haviam sequestrados  a sua família.  Quantos lideres espirituais  descartam informações importantes  por  desprezarem  ajuda de pessoas menos qualificadas,  mais que podem ser úteis na obra do Senhor?
7ª- Um Líder que luta junto  ( 17 )
“... No dia seguinte ao amanhecer, Davi os atacou e lutou até o anoitecer” ( 30. 17.a)
O líder que está comprometido na batalha luta junto com os seus  comandados.   um  único registro, na história de Davi, de  não ter ido  à guerra, dando ocasião para uma das maiores derrotas em sua vida pessoal e familiar: o adultério com Bat seba,  e a trama  para matar o seu marido Urias.  Quantos lideres,  por não estarem ocupados e comprometidos  com a sua equipe, acabam dando ocasião ao pecado do adultério, da lascívia e outros tipos de pecados?
8ª-  Um Líder  que busca 100% de  resultado   (30.18-20)
“... Não ficou faltando nada: Davi levou de volta todos os filhos e todas as coisas. Grandes e pequenas, que os  amalequitas  haviam tomado” ( 30. 19 ).
Se atentarmos para a sequência de cada ato,  que Davi empreendeu nesta batalha, no seu coração já havia determinado,  100% de resultado. O coração determina o que queremos.  A história de vida de Davi sinaliza  que sempre ele  buscava excelência,  e 100% de resultado.  Ele foi ungido rei de todo o  Israel. Os primeiros sete anos,  reinou  para as  duas tribos,  de  Judá e de  Benjamim.  Os demais 33 anos, reinou para as 12 tribos de Israel.  A sua visão de líder era de 100% .   Quantos lideres se contentam  com o pouco  e  não lutam pelos 100%  que Deus lhe confiou?

9ª- Um líder que reparte com equidade e  justiça  (30. 21-25 )
“... Ninguém pode concordar com aquilo que vocês estão dizendo! Tudo  deve ser repartido  em prtes iguais: quem ficou atrás com a bagagem  deve receber o mesmo que aquele que lutou na batalha” ( 30. 24)
Talvez seja esta  a parte mais difícil de um líder:  repartir com equidade e justiça, os frutos de uma conquista.  Esse critério, usado por  Davi,   serve como  uma referência  de como  devem  ser  tratadas  as  questões   concernentes ao Reino de Deus.  Muitos lideres,  vão se surpreender quanto   a  maneira criteriosa e Justa,  como Deus tratará a   divisão  dos galardões.  Davi deixou um bom referencial de justiça e equidade,  para quem deseja ser um líder segundo o coração de Deus.
10ª- Um Líder  generoso  ( 30.26-29)
“...  Este é um presente para vocês, tiradas das coisas que nós tomamos dos inimigos de Deus, o Senhor”. (30. 26.b)
A generosidade é uma qualidade que nem um líder pode negligenciar.  Davi ofertava a Deus e presenteava os seus amigos.  As pessoas tem sido grandemente abençoadas financeiramente,  mas a generosidade não tem acompanhado esse crescimento.  O exemplo do líder influencia os seus liderados. Parceria, em fazer missões em todo mundo,  é   um gesto de generosidade  do  líder comprometido  com o Reino de Deus.  

Refletindo:
Não importa o nível e as condições de  liderança  que você se encontra nesse  momento.  Reflita, com singeleza de coração,  nestas dez atitudes que  aprendemos com Davi. A unção de Deus fará dessa palavra  algo importante para a sua vida. Amem!
Por amor a Cristo!