sábado, 22 de novembro de 2014

OS PAIS, ESPELHOS VIVOS DOS FILHOS!



“ Sede  também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam.” ( Filipenses 3:17)
 
 
Vamos falar de uma peça  que não pode faltar na lista de preocupações dos pais na preparação do enxoval de um filho ou de uma filha que vai se casar.  É uma peça muito importante, que muitos pais esquecem de incluir no enxoval de seus filhos.
Essa peça é a que mas será usada pelos filhos durante  toda a vida. Você sabe qual é essa  peça que estamos falando? O Espelho! Vamos explicar. Não se trata de um espelho qualquer,  trata-se de um espelho  vivo,  tão fiel quanto  o espelho que usamos no dia a dia.

Que  relações podem haver entre  um   espelho comum e  os espelhos vivos chamados  pais?
1. O espelho comum fala  através da imagem:
Transmitir com  fidelidade a imagem que se apresenta à sua frente. Nada mais do que isso. O espelho não fala, não dá palpites, não dá ordens, não deixa a pessoa pra baixo, não se irrita. Apenas mostra!

2. Os espelhos vivos falam:
-   Através do ensino sistemático e continuo.
Um principio bíblico que os pais devem exercer  na vida dos  filhos enquanto criança. “ Guardem sempre no coração as leis que eu lhes estou dando hoje e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem” ( Dt.6:6,7).

-  Através  do exemplo.
Paulo nos desafia a manter um padrão de exemplo: “ Sede também meus imitadores, irmãos, e  tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que  assim andam.” ( Fp. 3:17).   Quando os filhos tomam direção própria para à vida, naturalmente quando se casam, essa influência  será o espelho vivo para toda a vida deles.  

A função dos pais é transmitir com fidelidade a imagem de Deus através de suas vidas, aos filhos.  Muitas vezes a lição do espelho, falar através da mudez,  fala mais alto do que gritos, muitos “nãos” injustificáveis, palavras de críticas e desaprovação.

3.  Quanto a sua utilidade:
-    O espelho comum precisa  estar sempre limpo.
Um espelho sujo não refletirá uma imagem com fidelidade. Uma pessoa não conseguirá enxergar-se a si próprio ao olhar em um espelho sujo. Não ficará satisfeito com a imagem que está vendo.

-  Os espelhos vivos, os pais, devem estar com o  coração e a  mente limpos.
É fato que o  quotidiano  de muitas  famílias cristãs não tem sido muito diferente  das famílias não cristãs.  Por quê? Famílias cristãs  tem permitido a entrada de lixos imorais,  o mesmo que tem entrado nos lares de famílias não cristãs. As novelas, os programas sujos e imorais, quando entram nos lares cristãos a  sujeira entra junto.  Os lares vão se sujando
a tal  ponto que os  espelhos vivos, que  são os pais, não transmitem a imagem fiel e pura do Senhor Deus. Os filhos são como esponjas, vão absolvendo esses lixos e levam para o casamento e seguramente vão reproduzir  em seus filhos e nas futuras gerações.  

5.  Quanto a qualidade:

-  As pessoas em geral primam por produtos de qualidade. Um espelho marcado por uma rachadura será descartável do seu uso. Nenhuma pessoa quer olhar num espelho com rachaduras e ver o seu rosto deformado.

-  Assim também a vida familiar. Famílias marcadas com casamentos e  relacionamentos rompidos, deixam  rachaduras que marcam negativamente  um espelho  familiar. Perde a sua qualidade e os filhos perderão a referencia de bons exemplos.

6. Quanto ao ambiente:
- O espelho deve ficar em  local com muita claridade. Num ambiente escuro o espelho torna-se inútil.

-  Os pais, que são os espelhos dos filhos , devem viver uma vida de plena transparência. Nada obscuro no trato com a verdade.
O sim, é sim;  o não, é não. A Bíblia diz o que  passar disso não vem de Deus é de  procedência maligna. O diabo trabalha num ambiente de trevas, de mentiras. Deturpador de imagem!

7. Quanto ao valor:

        
- O espelho por ser tão necessário e de uso contínuo, ocupa um lugar de  destaque na  nossa vida, principalmente do público  feminino.  Os espelhos estão em muitos lugares estratégicos, até nos elevadores. Significa que tem muito valor.
-  Os espelhos, chamados pais, não são apenas necessários mas imprescindíveis na vida de um filho/a. Não se mede um valor de um pai e de uma mãe, como  um objeto de uso pessoal.  O  valor  é genético. Cada filho possui  o DNA  de um pai e de uma mãe que não se confunde com nenhum outro. É único, é singular. 


Refletindo:
Que tipo de espelho você tem sido?  Como você se vê nos  espelhos que são os seus   pais? Que o Senhor nos ajude a sermos pais espelhos para  nossos filhos. Que os filhos possam ver Jesus sendo refletido nas vidas de seus pais e reproduzam essa imagem em suas vidas e  por toda á vida. Amem!

Por  amor a Cristo