sexta-feira, 10 de abril de 2015

O QUE O SOFRIMENTO PODE NOS ENSINAR ?...


 
“... Ele ( Jesus)  tomou sobre si as nossas enfermidades,
ele mesmo carregou o nosso sofrimento...” ( Is. 53:4.a)
 
 
Por mais que entendamos que o sofrimento faz parte da vida humana, em sã consciência ninguém  gosta  de sofrer. Nenhuma pessoa veio ao mundo marcada para sofrer; entretanto, todos nascemos em um mundo marcado de sofrimento por  todos os lados. O mundo é como um campo minado de bombas ocultas.  A qualquer momento poderemos ser a próxima  vitima
O sofrimento pode nos ensinar muitas lições de vida:
1- O sofrimento não escolhe pessoas independentemente se são boas praticantes religiosas.
Engano achar que praticar atos religiosos livrará do sofrimento. Praticar a fé ajudará a pessoa a enfrentar o sofrimento e não evitá-lo. A fé genuína em Deus é uma grande aliada não só para superar o sofrimento mas entender qual o propósito desse sofrimento.  Vamos citar como exemplo, Maria, mãe de Jesus, mesmo sendo bem aventurada diante de Deus, teve que passar por sofrimentos ao ver o seu filho passando por sofrimentos e humilhações e sendo condenado como um malfeitor.
Qual é a sua compreensão em relação ao sofrimento?

2-  O fato de uma pessoa sofrer   não a torna  vítima do sofrimento.
Outro engano pensar que somos vitimas de algo pela qual sofremos. O mérito da questão não é se  merecemos ou não;  sobretudo,  em reconhecer que  vivemos em um mundo decaído, dominado pelo Reino das Trevas.  Não há neste mundo um ambiente seguro que nos proteja 100% de sofrimento. Uma mãe, ao dar a luz a um filho, passa  por um momento de sofrimento,  o que não fará  dela uma vítima do sofrimento.  Fará sim,  uma heroína que está trazendo ao mundo uma nova vida. Jó,  José, Daniel, Noemi são algumas das personagens bíblicas que passaram por sofrimentos mas não se deixaram sucumbir pelo sofrimento.
Você tem consciência que vive em um mundo marcado por sofrimento? Como você tem reagido ao sofrimento?

3- O sofrimento pode ser causado de escolhas erradas por conta da nossa natureza pecaminosa.
Precisamos admitir que não acertamos o tempo todo em nossas escolhas. Sempre estamos errando algum alvo em nossa vida. E quando erramos alvos importantes as consequências virão em forma de  sofrimentos. A bíblia não esconde os erros dos seus heróis. Abraão e Sara pagaram um preço marcado por muito sofrimento por não esperar o tempo certo para receber Isaque, o filho da promessa.  O rei Davi colheu sofrimentos de estupros, assassinatos, rebelião em sua própria família,  por fazer escolhas erradas. As escolhas erradas são as  causas de maior parte do sofrimento das pessoas. A começar pelos nossos pais originais,  Adão e Eva.
Como você tem encarado o sofrimento por razões de escolhas erradas que fez? Assumido ou transferido a ouros a culpa?

4-  O sofrimento pode acontecer não por pecados cometidos mas por viver   uma  vida de retidão.
Todos conhecemos a história da vida de  Jó.  Deus usou a vida de um homem íntegro, para nos ensinar  que é possível vencer o sofrimento, por mais cruel que possa ser.   Deus não estava interessado em desafiar  ou competir  com o diabo. Mas para nos ensinar que o sofrimento faz parte da vida do homem, mesmo sendo íntegros e tementes.  Jesus não cometeu nenhum pecado, no entanto,  foi quem  mais sofreu dores físicas e emocionais. O rei Davi sofreu imerecidamente tendo que viver boa parte de sua vida em cavernas fugindo da fúria do rei Saul. Davi não se sentiu vítima do sofrimento, são  dele essas palavras:
” Meus inimigos prepara uma armadilha para mim, fiquei abatido! Abriram uma cova no meu caminho, mas eles mesmos  caíram nela!” ( Sl. 57:6).  Outra lição maravilhosa de vida aprendemos com José, o que ele diz após passar por todo aquele sofrimento:   José, porém, lhes disse: “ Não tenham medo. Por acaso estou no lugar de Deus? É bem verdade que vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus tornou o mal em bem pra que hoje fosse preservada a vida de muitas pessoas” ( Gn. 50:19,20).

 Você seria capaz de sofrer por ser uma pessoa correta e justa? Deus pode contar com você em favor de uma causa?

5- O sofrimento funciona como um freio para não desejar aquilo  que não nos fará nenhum bem.
Desejar não é pecado, mas muitos dos nossos desejos não farão nenhum  bem para  nossa saúde física, emocional e muito menos para a saúde espiritual.  Por sermos tardios em entender isso, muitas vezes o sofrimento funciona como um freio em nossas vidas. Há pessoas que não tem controle na sua dieta alimentar, adquire uma diabete, então, começa a controlar-se. Há pessoas que não consegue controlar seus gastos, contraem dívidas e passam a sofrer estresse que pode levar a depressão. Há pessoas que se empolgam com a vida mundana, abandonam os caminhos do Senhor, pela dor do sofrimento volta aos braços do Pai.
Você já passou ou está passando por esse tipo de experiência? Se passou o que está mudando  em sua vida?

Refletindo:
“... Estou muito disposto a sofrer, se isso trouxer salvação e glória eterna em  Cristo Jesus para aqueles que Deus escolheu”( 2 Tm.2:10)
Não devemos desejar o sofrimento.  Paulo nos dá uma lição de vida que o sofrimento só valerá apena quando trouxer salvação e glória eterna em Cristo Jesus. Seja qual for a razão do sofrimento, um dia cessará. Amem!
Por amor a Cristo!