sábado, 9 de maio de 2015

É MELHOR O ACORDO DO QUE AS CONSEQUENCIAS NEGATIVAS DO DESACORDO!


“....  Andarão dois juntos se não estiverem de acordo?”

Para os mais antigos  o mês de maio continua sendo  o mês da família. Por acreditar na família o blogger Meditações dedicará alguns temas com ênfase em família. Esse é o primeiro tema que abordaremos:    É melhor o Acordo do  que  as  Consequências negativas  do Desacordo”.

 Parece óbvio  mas na prática não tem sido tão obvio assim.  A família é a instituição mais atacada nestes últimos tempos. Ao mesmo tempo em que pessoas são vítimas desses ataques outras são  agentes desses ataques.  Sem medirem as consequências  defendem posições e padrões que se tornam vítimas de si mesmas. O tempo dirá e as consequências  serão irreversíveis para a sociedade. 

Grande parte dos problemas familiares são  possíveis de solução.  Questões como: como gastar e aplicar o dinheiro, como dividir as tarefas do lar, como educar os filhos, como se relacionar com os familiares próximos sogros, avós,  cunhados e tios, ou mesmo qual igreja congregar em família, acabam se tornando motivos de conflitos, que são  perfeitamente conciliáveis.   A  agenda familiar é extensa e complexa, se essas questões relevantes não forem acordadas entre o casal, inevitavelmente vão se abrindo rupturas no relacionamento



Os benefícios do Casal andarem em Acordo:

 
 
As responsabilidades são divididas de forma igual.
Quando  a Bíblia diz  que o homem e a mulher se tornam uma só carne é nesse sentido. Há um só projeto de vida para ambos. Um projeto amplo,  que não envolvem apenas os dois,  mas construir gerações que sucederão  com o mesmo significado de vida e propósito. O casal que andar em acordo com esse propósito colherá frutos  positivos ao longo das gerações.

Não haverá transferências de culpa.
Decisões importantes como: administrar o dinheiro, relacionar com familiares, como educar  os filhos são   tomadas em conjunto. Devem ser respeitadas e apoiadas quando  couberem a um ou ao outro,  executá-las. Sejam quais  forem os  resultados, os dividendos e os ônus,  são divididos entre  o casal. Sentimentos de culpa tem causado sofrimento e  desacordos entre casais.

Em momentos de conflitos buscam soluções e ajuda.
Todo casal passa por momentos conflitantes. Temos ministrados casais que preferem ocultar seus problemas a pedir ajuda. Não é uma boa estratégia. Buscar soluções e ajuda de pessoas experientes e maduras  é uma atitude sensata.  A Bíblia diz:  “ não se ponha o sol sobre a vossa ira” ( Ef.. 4:26.b) . Um princípio  bíblico que não deve ser negligenciado, o relacionamento é mais importante que uma ira momentânea.

Os Extraordinários  Benefícios do Acordo
Há crescimento individual e coletivo. Há a prática do verdadeiro amor incondicional que aprendemos em I Cor 13. Há uma eficácia no  testemunho da fé.  Os maiores obstáculos, para as pessoas virem à Jesus,  é o mau testemunho dos pais cristãos em relação aos seus filhos, parentes, vizinhos e amigos. A fé começa em casa. Mas também a fé pode terminar em casa.

A Intransigência é a Porta Para o Desacordo
A  intolerância é um comportamento egoísta e insociável.  A pessoa intransigente  não tem olhos para ver a outra parte. Não há mão dupla.   Não permite esgotar todas as possibilidades  possíveis para se chegar a um acordo. Muitos dos desacordo entre casais são por motivos banais e egoístas. A insensibilidade  em não ceder direitos e não  aceitar a versão do outro é característico da pessoa intransigente.  Esse tipo de comportamento precisa de cura e libertação. Precisa de ajuda espiritual, disposição em  frequentar cursos especializados em relacionamento conjugal e ajuda de profissionais.

As consequências do Desacordo.
                                                           . O desacordo é a matriz geradora de quebra de relacionamentos. 
 Quando os relacionamentos são destruídos o caminho de muitos é a separação.  
As consequências: gerando ódio e marcas emocionais profundas,
prejuízos espirituais imensuráveis que atingem gerações.

. O desacordo gera conflitos geracionais. Os filhos que  não pediram para nascer, são os que mais sofrem diante de um quadro traumático  de uma separação.  O coração desses filhos e de gerações seguintes, se não curados, carregarão  um falso entendimento sobre a instituição família, sobre a pessoa de Deus, o criador da família. Estaremos colhendo gerações que não acreditam em amor, no casamento e nem em Deus. Temos que admitir:  Já estamos colhendo desse fruto.  Você vê diferente?
Refletindo:
O maior desafio do relacionamento conjugal é seguir a liderança de Deus, diariamente. Se  o casal viver nesse entendimento, desfrutará do poder de Deus para fazer o que é preciso, resolver as questões mais complexas no casamento.  Receberá os recursos materiais, emocionais, espirituais, abundantes, porque terá ajuda  de Deus, o provedor da família.  Esse é o verdadeiro segredo: estabelecer uma profunda conexão entre o casal e  Deus. Então, desfrutará de um relacionamento conjugal frutífero  e uma família abençoada ( promessas dos salmos 127 e 128).  
Ore ao Senhor: ” Senhor Deus, queremos essa bênção para o nosso casamento e para a nossa família. Queremos chegar, na velhice, com o mesmo grau de satisfação,  a exemplo do casal dessa foto.   Com o mesmo amor e paixão que nos unimos no altar"  Amem!
 
Por amor a Cristo!