sábado, 4 de julho de 2015

VIVENDO O SOBRENATURAL DE DEUS NO CONTEXTO NATURAL DA VIDA CRISTÃ! ( PARTE II)


 
“... As armas com as  quais lutamos não são humanas; ao contrário, são poderosas em Deus para destruir fortalezas” ( I Co 10:4)

 
 
Viver o sobrenatural de Deus no contexto natural da vida cristã é o padrão de Deus ao alcance de todo o cristão. Na meditação anterior ( parte 1), alistamos  cinco ações que contribuem a viver o sobrenatural de Deus no contexto da vida natural: ( 1) Quando amamos pessoas que não desejam a nossa amizade; ( 2) Quando socorremos pessoas que cruzam nosso caminho vítimas de atos de crueldade e discriminação; ( 3 ) Quando servimos pessoas sabendo que não teremos nenhuma recompensa pelo feito praticado; ( 4 ) Quando dedicamos as primícias do ganho e oferecemos o nosso melhor a Deus; ( 5 ) Quando nossas ações  andarem na contra mão do mundo.
Vamos dar sequencia alistando mais cinco ações importantes que contribuem a viver o sobrenatural de Deus no contexto da vida natural:

6- Quando interrompermos o que é importante para atender o inadiável.
 Ao se aproximar da porta da cidade, estava saindo o enterro do filho único de uma viúva; ... ao vê-la, o Senhor se aproximou e tocou no caixão... disse: Jovem eu lhe digo levante-se!...” ( Lc. 7:11-17)
O Senhor Jesus era interrompido todo tempo. Tinha muitas coisas importantes a realizar, mesmo assim,  interrompia  uma jornada para atender o desespero de um pai  cuja filha estava gravemente enferma. Para ouvir o grito de um cego à beira do caminho.  De uma mãe que estava a caminho do cemitério para sepultar o seu único filho.
No momento em que escrevo sobre esse tópico,  recebo uma mensagem pelo celular do meu pastor, presidente da igreja, comunicando-me  que interrompeu a sua agenda para acompanhar um ministro  de sua equipe, numa viagem inesperada ao Rio de Janeiro, motivo  a morte de sua progenitora. Isso é andar no sobrenatural de Deus. Quantos pais não conseguem interromper um futebol, na TV, para atender um filho que clama por sua atenção. Quantos maridos não são sensíveis a esposa no momento que elas mais precisam.   Quantos vivem uma prática religiosa tão natural que não conseguem enxergar as oportunidades que o sobrenatural de Deus  nos oferece.

7- Quando somos sensíveis as necessidades das pessoas que  são atraídas, até  nós,
    como Igreja de Jesus.  
“... Apegando-se o mendigo a Pedro e João, todo o povo ficou maravilhado e correu até eles, ao lugar chamado Pórtico de Salomão” ( Atos 3:11)
Os Apóstolos aprenderam a lição de casa com Jesus. Foram  sensíveis as necessidades dos que batiam à porta da Igreja.  Jesus lhes  deu muitos exemplos de sensibilidade.  Quebrou protocolos, rompeu regras religiosas ao  curar no sábado,  dialogou  com uma mulher samaritana, pousou na casa de um cobrador de impostos. Todos que foram atraídos á Jesus retornaram curados. Ser capaz de ver as necessidades das pessoas, e supri-las, isso  é andar no sobrenatural de Deus.
8- Quando vivemos  no governo do Espírito Santo.
“...“Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei...E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.”
(Gl 5:16-18,24,25)
A vida cristã é uma permanente  batalha entre o espírito e a carne. Paulo faz menção que começamos criancinhas espirituais, mas precisamos crescer em maturidade cristã. Viver no governo do Espírito Santo envolvem todas as áreas da vida,  das pequenas as grandes decisões;  viver em absoluta transparência e praticar obras que glorifiquem o nome do Senhor Deus. “ Se vivemos em Espírito andemos também em Espírito”.  Não é uma sugestão é a única condição  para viver o sobrenatural de Deus no contexto natural da  vida cristã. Não é uma tarefa para determinadas categorias  espirituais “super crentes”.  Para todos quantos, regenerados e lavados no sangue de Jesus Cristo, há uma palavra de ordem: “ Vivam pelo Espírito,  e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne” ( Gl. 5:16)

9- Quando acreditamos que, pela fé,  podemos ir muito além do  que pensamos,
     sentimos    agimos.
A vida cristã não é medida pelo que vemos, pelo que conhecemos, pelo que pensamos, pelo que sentimos ou pelo que fazemos.  Por um ato de fé,  fomos  justificados  em Cristo Jesus “... pois o justo viverá pela fé” ( Gl. 3:11.b)  . Quando limitamos  o poder de Deus, em nossa vida, estamos impedindo o sobrenatural de Deus. Se permitirmos que Deus use o potencial que está em cada um de nós,  o mundo experimentará uma revolução espiritual.  Só através de ações do sobrenatural de Deus, em  vidas de crentes normais, que estejam  comprometidos com o Evangelho da Graça,  que o mundo experimentará transformações.

10 – Quando olhamos as pessoas com a mesma compaixão  de Jesus no momento
        da sua crucificação.
O Olhar de Jesus para com os sofrimentos das pessoas era de profunda compaixão.
Nada se compara o seu olhar de compaixão para com aqueles que o crucificaram. Seguramente esse foi o ápice da compaixão de Jesus, brotando  do  seu coração a  frase mais linda que o amor pode expressar: “ Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”.  Um amor sobrenatural que gera um perdão sobrenatural. O homem natural  jamais conseguirá gerar um amor com tamanha compaixão.

Refletindo:
Quanto do sobrenatural de Deus você experimenta no quotidiano  de sua vida? O que fará mais efeito na vida de uma pessoa que precisa de uma mão amiga: que a  ajude encontrar uma saída para os seus problemas; ou , o sol parar, o mar se abrir, algo desse tipo? Você percebeu  que podemos viver o sobrenatural de Deus na simplicidade da vida cristã? Que somos feituras de Deus a serviço de Sua glória!?.
Por amor a Cristo!