domingo, 11 de outubro de 2015

PAIS ABENÇOADOS GERAM FILHOS ABENÇOADOS!

“Os filhos são herança do Senhor”
 Sl. 127.3a.)
                                     

Estamos comemorando o dia da criança.  Infelizmente uma data que muitas crianças não tem o que comemorar. Por conta de tragédias, guerras e abandono, muitas crianças  não vão receber um abraço, um beijo de um pai ou de uma mãe. Mas esse não foi o proposito de Deus no princípio.  Deus ao criar a família estabeleceu mecanismos de forma que todas as gerações fossem abençoadas e prósperas.  Pais abençoados geram filhos abençoados. 
 Tarefas dos Pais -  Para que tenham filhos abençoados:

1) Ensinar os filhos a  temer a Deus
 É tarefa intransferível  dos pais ensinar aos filhos a obediência a Deus.  Temor a Deus é o princípio numero um da vida.  “ Tema a Deus e obedeça aos seus mandamentos  pois foi para isso que fomos criados". ( Ecl. 12:12,13).  As crianças não nascem sabendo disso.  Na medida que vão adquirindo entendimento próprio vão  depositando sua confiança em Deus.    “... No temor ao Senhor, o homem encontra um forte apoio também segurança para a sua família” ( Pv. 14:26) . 
O Alerta! A família  vive uma  crise sem precedente!
2)  Ensinar os filhos a obediência as leis ( espirituais, naturais e civis).
Tarefa dos pais assumir para si essa responsabilidade. Não terceirizar deixando para igrejas, escolas, quem quer que seja. Como sociedade nos organizamos para criar  leis que sejam adequadamente  aplicadas a todos sem distinção. A Nação de Israel seria um modelo para o mundo se aplicassem em suas famílias todas as Leis estabelecidas por Deus. Uma das exigências: “... Guardem sempre no coração as leis  que eu lhes estou dando hoje e não deixem de ensiná-las  aos seus filhos . Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem” ( Dt. 6:6). Só teremos cidadãos adultos responsáveis se a semente for semeada na idade infantil.


3)  Ensinar como Amar a Deus e a sua Palavra
O  amor é o principal  combustível para nos mantermos em movimento.  Quando o amor acaba a vida perece. A fonte do amor é Deus. Através de Sua Palavra flui esse amor.  Se amamos  a Deus obedecemos  a sua Palavra. Se amamos a Sua Palavra ensinaremos aos nossos filhos como amar. Não há outro mandamento ou forma de viver que não seja esse: “ Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento”
( Mt. 22:37,38). “Guardo no coração as tuas Palavras, para não pecar contra ti ” ( Sl. 119:11). Negligenciar o ensino do amor é pecar contra Deus. Porque Deus é amor!

4) Apresentar o plano de Salvação, levar os filhos a Cristo
A Bíblia  diz o que adiantaria ganhar o mundo inteiro e perder a vida. O sentido de perder a vida é trocar a vida eterna  pelo  mundo. Os pais precisam entender que o maior investimento é  na vida espiritual dos filhos. O que adiantará investir dando ao filho um diploma de médico  e vê-lo perdido, sem paz e sem salvação?  Os filhos tem o direito de fazer suas próprias escolhas, mas os pais não levarão  o peso da culpa pela omissão de não ter apresentado o plano de salvação aos seus filhos.  As crianças  devem ser  prioridades  do Reino de Deus. Muitas vezes como pais  as impedimos de vir a Jesus pela negligencia e mal testemunho. “... Deixai vir a mim os pequeninos, não os embaraceis, porque  dos tais é o reino de Deus” ( Mc. 10:14)

No dia-a-dia  como desenvolver essas tarefas.

1) Pelo exemplo
Não precisamos bater muito nessa tecla, todos sabemos  que o exemplo fala mais alto do que palavras. Alguém disse: " Mais vale um grama de exemplo do que uma tonelada de sermões". O Senhor Jesus é o nosso maior exemplo, praticava as duas coisas : “... Porque  eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também” ( Jo 13:15). Os filhos aprenderão a lei do trânsito vendo como o seus pais comportam dirigindo o carro.  Aprenderão a importância de ir a Igreja com os seus pais indo.  Os  pequenos cidadãos  estão sendo  lapidados por bons exemplos.
  
2) Pela oração
A oração remove os Céus e a terra.  O próprio  Senhor Jesus Cristo tinha necessidade de orar:   " ... Tendo-se levantado alta madrugada, saiu, foi para um lugar deserto e ali orava” ( Mc. 1:35).  Muitos exemplos de pais que enquanto os filhos não chegavam em casa permaneciam orando pela segurança deles. Temos o exemplo de Jó, enquanto os seus filhos festejavam se colocava em oração : " De madrugada ele oferecia um holocausto em favor de cada um deles (filhos), pois pensava: " Talvez os meus filhos tenham, lá no íntimo, pecado e amaldiçoado a Deus" Essa a prática constante de Jó"  ( Jó 1:4,5). 

3) Pelo ensino
A criança está com sua mente fértil  para  absolver tudo que lhe ensina.  O que uma criança aprende na primeira década dos seus  anos  levará pelo resto da vida. A questão é:  Quem está ensinando o quê?  Pais:  Quem está tendo acesso a mente do seu filho de sua filha? Com a chegada da tecnologia online os pais  estão perdendo  o controle. As escolas estão perdendo o controle. As igrejas estão perdendo o controle.  “... Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele” ( Pv. 22:6 ).  Os princípios da Palavra de Deus ainda é o melhor caminho para os pais andarem com os seus filhos.
4) Depender incondicionalmente  da graça de Deus
Muitos pais se esforçaram em dar uma boa educação aos filhos. Deram bons exemplos, compartilharam o plano de salvação e estão desolados porque não conseguiram bons resultados.
O texto bíblico a seguir é um consolo para os pais. Por mais que nos esforcemos, seremos limitados e sempre ficará algo que não foi possível fazer.  “... E assim também vós, depois de haverdes feito tudo quanto vos foi ordenado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos apenas o que devíamos fazer” ( Lc. 17:10).

Quando Começar Abençoar um filho?
Antes mesmo de nascer, abençoando os filhos ainda no ventre e  buscando em Deus toda direção e sabedoria para orientá-los, direcioná-los e abençoá-los. Os pais de Sansão, um bom exemplo a ser seguido- “... Então Manoá orou ao Senhor e disse: Ah! Senhor meu, rogo-te que o homem de Deus que enviaste venha outra vez e nos ensine o que devemos fazer ao menino que há de nascer”  ( Jz. 14:8 ). Abençoar um filho é liberá-lo para prosperar. Muitos  pais que não foram abençoados pelos seus pais, não conseguem abençoar os seus filhos. Não se dá algo alguém  se não tem o que se dar.  Tivemos exemplos de um pai de oitenta anos que abençoou  seu filho de sessenta anos e  que abençoou  o seu filho de quarenta anos. Três gerações que estavam sofrendo as consequências da falta da benção.

 Reflexão:
Faça uma criança sorrir.  Invista numa criança que não sabe  o que é um beijo e um abraço. Pais: cuidem bem dos seus filhos, eles são heranças do Senhor.  Entendam, os  seus filhos são o seu maior capital.  Invistam tempo de qualidade e muito amor. Amem!
 

Por amor a Cristo!