sábado, 3 de outubro de 2015

PÁTRIA AMADA, BRASIL! DEBAIXO DE BÊNÇÃO OU DE MALDIÇÃO?

“...  O Senhor mandará sobre ti a maldição, a turbação e a perdição em tudo que puseres a tua mão para fazer, até que sejas destruído e até que repentinamente pereças, por causa da maldade das tuas obras, com que me deixaste” ( Dt. 28:20)


A palavra maldição arrepia muita gente. Até mesmo cristãos bem intencionados não conseguem entender que maldição existe e existirá enquanto durar a raça humana na terra. 
Convidamos você a refletir por um instante  sobre a nossa Pátria Amada, Brasil!  À luz das Escrituras,   o Brasil está  debaixo de  bênção ou de maldição?


SEGUNDO A BÍBLIA QUANDO UM PAÍS  ESTARÁ  DEBAIXO DE MALDIÇÃO?

1-      Quando rejeita Deus como o seu Deus   
“... Bem aventurada é a Nação cujo Deus é o Senhor”  ( Sl. 33:12 )
Uma Nação que não reconhece Deus como o seu  Deus está atraindo para si  toda sorte de maldição. Uma nação sem Deus é uma nação infeliz. Só existe no planeta terra dois sistemas de governo:  o governo de Deus e o governo de Satanás. O sistema do mundo, independentemente de  qual país seja,  está sob a influencia  e  governo de Satanás. “ Sabemos que somos de Deus e que todo o  mundo está no maligno (I Jo 5:19 ).  Deus não divide o seu senhorio com as forças do mal.  Deus jamais fará aliança com Satanás. Satanás tentou Jesus, propondo um tipo de aliança ( Mt. 4:1-11 ).  A Bíblia alerta para não fazermos aliança com o sistema do mundo, que é corrupto e injusto.  Onde o governo de Deus não está, a porta da maldição se escancara.  Não consigo ver em meu país um povo feliz. Um povo que vive em paz. Uma família  que se sente segura ao sair para dar um passeio, para ir a igreja  adorar a Deus.  O que você pensa a esse respeito?

2-    Quando uma Nação cultua Idolatria
“... Não terás outros deuses diante de mim” (Dt. 5:7)
“... Não tomarás o nome do Senhor, teu Deus,  em vão  porque o Senhor não terá por inocente ao que tomar o seu nome em vão”(Dt. 5:11)
O texto em referencia é claro como a luz do sol. Deus não divide com  ninguém adoração.  Cultuar idolatria é uma forma sutil de Satanás em querer  dividir adoração com DEUS. Buscar as bênçãos  de Deus e não o Deus da bênção é outra estratégia de Satanás. “Não tomar o nome do Senhor em vão”,  significa que não devo beneficiar-me de algo que é de Deus sem prestar-lhe tributo. Torna-se um benefício nulo, uma apropriação indevida.  Todo  benefício,  por práticas  de idolatria, é um fruto que atrai maldição. Nosso país está mergulhado em idolatria.

3-    Quando uma Nação é dominada pela ganância e presunção.
“... Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural ... obstinados, mas amigos dos deleites  do que amigos de Deus....”( 2 Tm. 2:1,2)
A lista no texto é grande, vamos ficar com ganancia e presunção. Um coração ganancioso é dominado por um espírito de presunção. Tanto um quanto o outro  são  gerados pelo espírito de Mamom.  O Senhor Jesus alertou o perigo de  ser dominado pelo espirito de Mamom ( Mt. 6: 24 ). O nosso país, Brasil, vive um sistema financeiro dominado pelo espírito de Mamom.  Ganancia, um país que pratica taxas de juros mais alta do planeta. Presunção, um país que gasta mais que arrecada. A cultura de ganhar mais como menor esforço. O ter é mais importante que o ser. O bom nome tem menos valor que polpudas contas financeiras, fruto de desonestidade e corrupção. Um país que não tem a referencia de um bom pagador. Mal consegue pagar os juros de sua divida. Essa maldita cultura financeira tem sido praticada por cerca de  70% dos brasileiros, inclusive por muitos cristãos. Nesse quesito não creio que nossa amada Pátria esteja debaixo de benção. E você, o que pensa?

4-    Quando uma Nação perde o seu maior referencial,  a     
        credibilidade de suas Instituições.
“... Podia, acaso, associar-se contigo o trono de iniquidade, que forja o mal tendo por pretexto uma lei? " ( Sl. 94:20) 
Um país onde a verdade é relativa, a justiça é cega, não consegue distinguir o  réu da vítima, onde os corruptos e corruptores apenas trocam de posição, perdeu o seu maior tesouro, a credibilidade. Quando uma sociedade chega nesse nível, as instituições desacreditadas, um povo desiludido, onde condenados presos festejam suas instituições criminosas regados de drogas, magistrado dá um despacho de soltura à um  chefe do tráfico, injustiçados continuam presos sem direito a assistência jurídica,  a maldição alcançou o seu nível mais elevado de decomposição moral.  Deus jamais se associará a esse tipo de prática.     

5-    Quando   a Igreja  de Jesus Cristo vem se conformando
       com os valores mundanos.
“... E não  vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento...”( Rm. 12:2)
Conformar é tomar a forma do mundo. De tudo que comentamos  não nos surpreende as praticas do mundo. A Bíblia nos adverte sobre isso. O que nos surpreende é que parte da Igreja de Jesus Cristo vem associando com o mundo. Todo o Corpo de Cristo sofre as consequências. Uma Igreja desacreditada, fragmentada, com uma teologia distorcida, deixando  de cumprir fielmente  a missão de agente de  transformação.  Uma igreja comprometida pelo sistema do mundo. O espírito de Mamom invadiu a seara do Mestre; semeando o joio de uma prosperidade que gera obras mortas. 
 É possível viver dentro da Igreja de Jesus Cristo, praticando os costumes mundanos. Continuar sendo orgulhoso, cobiçoso, presunçoso, cheio de justiça própria, egoísta, rebelde e arrogante.  A Igreja de Jesus Cristo, como Corpo Espiritual, jamais será corrompida. Mas pode sofrer consequências de membros  corrompidos. Ananias e Safira foram eliminados do Corpo, por mentir ao Espírito Santo. Acã foi eliminado do povo de Israel por se apropriar de objetos condenados. Haverá um "Ai"  severo para quem for motivo de escândalo para o Evangelho.  A Bíblia  diz que seria melhor  não ter nascido.  
Perdoe-me se excedi na dose. Não me excluo, confesso o meu pecado e negligência, porque muito dessas práticas poderiam ser evitadas, através de um testemunho autêntico como agente de transformação.


REFLETINDO
“... Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, 
se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”  (  Cr. 7:14 )
 
Não podemos esperar nenhuma resposta positiva por parte do mundo. Impossível acontecer! Deus jamais atenderá o apelo de um mundo vil e corrupto.  O povo de Deus, se quiser viver num país de paz, tem o dever de orar e clamar pelas suas autoridades. A crítica odiosa  é combustível para aumentar a maldição.  O povo de Deus, se quiser viver num País justo e em paz, tem o dever de dar um bom testemunho pessoal sendo um agente de transformação. Implantar a  cultura da bênção e banir a cultura que gera maldição.  Amem!

Louvamos a Deus por esta ser a  ducentesima publicação do blog meditações. Obrigado por sua parceria!  
 Por amor a Cristo!