sábado, 14 de novembro de 2015

AS NOSSAS ATITUDES SÃO CONSTATAÇÕES DE ATOS QUE PRATICAMOS!


A nossa vida é marcada por atitudes que podem ser tanto positivas quanto negativas.  Atitudes são  constatações  de atos praticados favoráveis ou desfavoráveis, relacionadas a objetos, pessoas ou eventos. Uma atitude pode ser gerada através   da cognição, afeto e comportamento.   
A Bíblia é farta de exemplos de pessoas que praticaram atitudes positivas e negativas.  Selecionamos alguns desses exemplos para que você faça a sua própria reflexão;


ATITUDES POSITIVAS 

1-  Devem ser imitadas. 

"... Jesus lhes disse: "Por que  vocês estão perturbando essa
mulher?  Ela praticou uma boa ação para comigo" ..." Eu lhes
asseguro que em qualquer lugar do mundo inteiro onde este
evangelho for anunciado, também o que ela fez será contado, 
em sua memória”  ( Mt. 26:10,13).

O   texto em referencia refere-se a Maria, de Betânia, irmã de Lázaro e Marta. Ela praticou uma atitude que marcou positivamente, a ponto do próprio Senhor Jesus dizer que ela praticou uma boa ação e que deveria ser contado a todas as pessoas do mundo. O Senhor Jesus declarou que quem faz algo positivo  em favor do próximo, estaria praticando como se fosse para  Ele. As boas ações agradam o coração de Deus e devem ser imitidas.

2- Mesmo em circunstâncias que colocam em risco a reputação.
“... Dirigindo-se a Pilatos, pediu o corpo de Jesus, e Pilatos ordenou que lhe fosse entregue.
José tomou o corpo, envolveu-o num lençol limpo de linho e o colocou num sepulcro novo, que
ele havia mandado cavar na rocha” ( Mt. 27:58,59).

O texto fala de José de Arimatéia, um homem rico e importante, fazia parte do conselho que julgou Jesus. A atitude desse homem é louvável pelo fato de todos terem abandonados o Senhor Jesus, inclusive os discípulos. Colou em risco a sua reputação e a própria vida. Se expôs a ser ridicularizado, vaiado e desprezado pela  sociedade. Uma atitude nobre e corajosa, em sepultar o Senhor Jesus na sua própria sepultura. O Senhor Jesus continua contando com atitudes positivas que não medem as consequências, mesmo que coloque em risco a vida e a reputação.

3-  Mesmo diante de limitações humanas.

“... Havia em Jericó um homem rico chamado  Zaqueu... ele queria ver quem era Jesus,
mas, sendo de pequena estatura, não o conseguia, por causa da multidão... correu  adiante e
subiu numa figueira para vê-lo, pois Jesus ia passar por ali... Jesus ao olhar para aquela
figueira viu Zaqueu e lhe disse: “Zaqueu, desça de pressa. Quero ficar em sua casa hoje...”
( Lucas 19:1-9).

O exemplo de Zaqueu tem um alcance universal. As limitações humanas tem sido objeto de frustrações na vida de muitas pessoas. Mesmo sendo pessoas com  um nível social elevado, a exemplo de Zaqueu. A lição que queremos passar para você que atitudes positivas superam as limitações humanas. Atitudes de vencer os obstáculos para alcançar os objetivos desejados.  Esteja certo, o Senhor Jesus estará atento aos seus movimentos e olhará para você e dirá: “Quero ficar em sua casa hoje”. Se auto convidando a tomar parte de sua vida. Não importa o tipo de suas limitações, tome uma atitude positiva e vá ao encontro do Senhor Jesus.


 . Atitudes negativas 

1. Geram consequências  negativas.

“... Então voltou aos seus discípulos e os encontrou dormindo. ”Simão”,  disse ele a Pedro, “Você está dormindo? Vigiem e orem  para que não caiam em tentação. O espírito está pronto,  mas a carne é fraca” ( Mc.14:37,38).



O texto registra a passagem do Senhor Jesus no Getsêmani,  um dos momentos mais difíceis do seu ministério.  A narrativa  fala por si só: ( Jesus) '.. e começou a ficar aflito e angustiado. E lhes disse: A minha alma está profundamente triste, numa tristeza mortal...”( Mc. 14:33,34).  Com Jesus estavam os seus discípulos, que não entenderam a agonia do seu Mestre. Enquanto o Senhor Jesus afastava, deles, para orar ao Pai, eles dormiam. Atitude negativa é o fato de não ser o momento apropriado para dormirem. Havia uma batalha espiritual que  não entenderam.  Toda atitude negativa
que praticamos vai gerar consequências negativas. Elas se reproduzem como uma praga.  Quando um pai dorme na fé  está semeando  atitude negativa na vida dos seus filhos, que também vão dormir na fé. Não é uma coincidência é um fato.  Por três  vezes  o Senhor Jesus  encontrou Pedro dormindo, no Getsêmani; algumas horas depois, o próprio Pedro O negou, por três vezes.  ( Mc. 14:66-72).

2   Geram sentimentos destrutivos.

 “...  Então Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe tinha dito: “Antes que duas vezes cante o galo, você me negará três vezes”. E saindo dali, chorou amargamente” (Mt. 26:75).
“... (Judas) pequei, pois traí sangue inocente ... que nos importa? A responsabilidade é sua. Então Judas jogou o dinheiro dentro do templo e, saindo foi e enforcou-se”
 ( Mt. 27:5)
Sentimentos destrutivos são consequências de atitudes negativas. Pedro foi alertado, por Jesus, que vigiasse porque a carne é fraca. Pedro não vigiou, enquanto Jesus agonizava dormia um profundo sono. Ao negar Jesus, por três vezes, gerou em Pedro um profundo sentimento de tristeza. Diz o texto: “E se pôs a chorar amargamente”.  Também Judas, que traiu o Senhor Jesus, teve um fim trágico, não usufruiu do  dinheiro que recebeu, enforcou-se.
As doenças emocionais tem sido o grande mal do século. Repetitivas práticas negativas são responsáveis pelo alto índice de enfermidades emocionais. Geram sentimentos destrutivos que acabam  atingindo os  relacionamentos, os mais afetados, o casamento e  a relações entre  pais e filhos. 

3. Afetam o relacionamento com Deus

“... Mas Jesus, percebendo a má intenção deles, perguntou: “Hipócritas! Por que vocês estão me pondo à prova? ... “Então deem a César o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus”
( Mt. 22:18-21).
O relacionamento com Deus é afetado por diversas formas. Seguramente o mal uso do dinheiro tem levado muitas pessoas ao abandono da fé.  O dinheiro faz parte do nosso quotidiano. A questão é: o que temos feito dele? Todas as  vezes que o dinheiro é objeto de contenda, extorsão, ou o seu fim é desviado, então,  colocamos Deus à prova. Ao examinarmos  o contexto porque Jesus respondeu dessa forma, chamando  os seus inquiridores de hipócritas, fica claro,  que estavam  buscando aprovação de seus atos ilícitos. Não eram fiéis nem a César nem a Deus. Tem muitos cristãos que são infiéis e buscam justificativas pelos seus atos.
Precisamos levar em conta que pequenas mas  sinceras atitudes podem representar grandes atos do coração. O exemplo que representa esse gesto de grandeza é o da viúva pobre que depositou sua unica moeda como oferta a Deus. O Senhor Jesus faz o seguinte comentário: "Afirmo-lhes que esta viúva pobre colocou mais do que todos os outros. Todos esses deram do que lhes sobrava;mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver"( Lc. 21:3). 


REFLETINDO:



Faça  o seu próprio teste! Seus  atos normais e quotidianas fazem parte do rol de atitudes positivas ou negativas? Você se sente realizado ao praticar uma atitude intencional que tem como alvo favorecer alguém? Suas atitudes somam coletivamente ( veja figura) ? Você tem dado o que tem de melhor para Deus? Você se esconde atrás de  máscaras, aparecendo ser um bom samaritano, no fundo a sua intenção  é tirar benefícios próprios? Enfim, você se sente uma pessoa que causa impacto positivo? 
Deus conta com pessoas que vivem um estilo de vida que contribua para transformar o mundo Amem!

Por amor a Cristo!