sábado, 14 de maio de 2016

O CASAMENTO É UMA ALIANÇA DE VIDA ENQUANTO A VIDA DURAR!



Aliança é a palavra bíblica apropriada para definir o casamento. Por mais que a família tenha sofrido cruéis ataques na sua estrutura, Deus não mudou o seu projeto original.  O casamento continua sendo uma aliança de vida enquanto a vida durar. O casamento se perpetua através das gerações que seguem. A aliança perpetua relacionamentos, a base de uma sociedade saudável. 

Por ser uma aliança o casamento não deve ser encarado com:


1- UMA SOLUÇÃO CIRCUNSTANCIAL
A vida não é feita de circunstâncias, embora faça parte da vida. O casamento não é projeto
circunstancial.  É um projeto de vida elaborado para a vida toda. Muitos jovens não pensam assim.
Por não suportar a pressão em casa preferem arriscar num relacionamento  inconsequente.
Prematuramente movidos por uma paixão circunstancial e momentânea se lançam numa aventura
perigosa sem nenhuma estrutura emocional e profissional. Acabam interrompendo o curso da vida
abandonando  projetos importantes, que fazem parte do processo de maturidade.

2-  UMA SOLUÇÃO PARA CONCERTAR ERROS.
Muitos se casam em circunstâncias nada ideais. Por conta de uma gravidez irresponsável se veem obrigados a corrigirem um erro no casamento. Com uma mente programada que o divórcio seja a solução futura  do erro. O divórcio nunca será  a solução  mas o agravamento do erro.  Nem o casamento deve ser encarado para reparar uma honra familiar. Um erro justifica o outro.
Algumas práticas são definitivamente inadmissíveis no casamento. Como por exemplo: todo tipo de abusos, infidelidade conjugal, alcoolismo, drogas ilícitas, maus-tratos.  Essas  práticas não devem ser consideradas como um estilo de vida; mas deformações emocionais, dependências e desvio de caráter, precisam de tratamentos adequados e ações  amorosas.
 
3-   É UM PROJETO DE  VIDA PARA VIDA TODA EM EQUILÍBRIO
Deus idealizou o homem e a mulher para que um completasse o outro. Como missão frutificar e construir  famílias saudáveis e prósperas.
Compete ao homem o papel de fazer a sua mulher protegida. Compete a mulher ser  idônea  e capaz  de fazer do seu marido um homem bem sucedido. Compete ao casal a capacidade de gerar e criar filhos que correspondam as expectativas de Deus. Esse é o ideal de Deus para o casamento. Todo casal pode construir um casamento no padrão de Deus, se  buscar  ajuda do criador da família. Outros recursos  como:  oração, leitura da Bíblia, literatura cristã, congressos e aconselhamentos sábios, devem fazer parte da rotina do casamento.

4-    HÁ UMA TERCEIRA VIA PARA UM CASAMENTO ARRUINADO

Para quem não está vivendo um bom momento no casamento temos uma noticia encorajadora. Deus não abandona os seus filhos pelo caminho. A parábola do filho pródigo retrata a dimensão do coração de Deus. Um coração quebrantado, arrependido e voltando-se para Deus, o seu abraço de Pai está a espera. Um recomeço está garantido.  Esse foi o preço que o Senhor Jesus pagou por nós. O Seu primeiro milagre foi numa boda de casamento. O amor de Deus pela família é insuperável. Todo casal tem o direito de reconstruir sua vida, sem dissolve-lo. A cruz se tornou o símbolo universal do amor de Deus e da reconciliacão. Na cruz o Senhor Jesus expressou com sua  própria vida a mais singular mensagem de amor. Todo sacrifício  que fizermos por alguém que amamos é tão insignificante comparando tamanho amor. 

5- O CASAMENTO PRECISA DE PERIÓDICOS AJUSTES 
    E RECONSAGRAÇÃO.
Tudo na vida precisa de reparos, revisão, reciclagem. O casamento
não é diferente, além das reciclagens periódicas é preciso 
reconsagrar a Deus. Retomar aqueles votos do primeiro 
amor. Reabastecer o tanque emocional para os desafios novos.   

Temos motivos especiais para refletir sobre esse tema. 
Neste dia 15 de maio estamos comemorando 40 anos de casados 

(15.5.1976 -15.05.2016). Temos muitos motivos para comemorar. Como fruto dessa abençoada união, o Senhor nos deus três filhos, todos casados em aliança com Deus, duas noras e um genro, dois netinhos e outros dois que estão chegando. É apenas o começo. Essa foto  é o registro de casamento de nossa filha .

Em qualquer estágio do casamento é importante periódicos  ajustes e reconsagração. Um legado que vamos deixando para nossos filhos.

REFLETINDO.


Como casal somos  parte do problema e ou somos parte da solução. Se sou parte do problema deverei retratar-me e corrigir-me. Se fui atingido deverei ser parte da solução, compreendendo a situação, estendendo perdão e renovando os votos do primeiro amor. 
Uma dica para o casal. Se vocês quiserem conhecer sua atitude, examine suas palavras e seu comportamento. Se suas palavras forem críticas e negativas, a sua atitude será negativa.  Se seu comportamento é sistematicamente programado para ferir ou retaliar seu cônjuge, esteja certo que a sua atitude está sendo negativa. Você é a parte do problema. Se você é um cristão, corrija-se, seguindo esse conselho bíblico: " Façam tudo sem queixas nem discussões" ( Fp. 2:14). Você passa a ser a parte da solução. Amem!


Por amor a Cristo!