domingo, 4 de setembro de 2016

PECADO - DESTRÓI O MELHOR DE DEUS.


" Todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus" ( Rm. 3:23)

O pecado contaminou a semente humana de forma tão cruel que impossibilitou a humanidade experimentar o melhor de Deus.  Satanás entrou em cena com seus ardis de engano oferecendo tudo que se opõe o melhor de Deus. O pecado mata os legítimos sonhos, rouba a alegria de viver, destrói a capacidade de potencializar os dons e talentos.  O tema é uma constatação que o pecado destrói o melhor de Deus na vida de qualquer pessoa. 
Antes do pecado era algo natural desfrutar do melhor de Deus. Não havia impossibilidade, tudo aconteceria dentro da perfeita vontade de Deus. Com o pecado o homem recebeu a influencia do mal que o acompanha  o tempo todo. O mundo está dividido sobre duas influências: influencia do mal e a influencia do bem.  Como essas duas influencias atuam? Para sermos objetivos vamos desenvolver o seguinte raciocínio:

. Influência do mal
“...  Mas os que desviam por caminhos tortuosos, o Senhor o infligirá o castigo dado aos malfeitores” ( Sl. 125:5)
O mal está em todos os lugares. No coração das pessoas, nas coisas, nas literaturas, nos entretenimentos, no trabalho. A Bíblia afirma  que o mundo está contaminado pela influencia de Satanás. Satanás age nas vidas das pessoas com tanto poder de persuasão que as tornam agentes influenciadoras do mal. Esses agentes do mal são treinados a atraírem seguidores. 
O mundo se transformou num celeiro de consumidores do mal. As pessoas são influenciadas a consumirem produtos pela influencia da mídia, de um ídolo, das más amizades
A influencia do mal tem como alvo as pessoas indefesas, imaturas e instáveis. O mal tem como objetivo influenciar desde as crianças aos adultos. São pessoas que não  tem consciência do pecado e as consequências que causam em suas  vidas. Perdem o conceito do certo e do errado, da mentira e da verdade. Por viverem nesse labirinto escuro da vida, consomem o potencial de suas vidas no presente, comprometendo o futuro.  São influenciadas a assumirem novos comportamentos que mudam o curso de suas vidas.  Para esses o fim está sentenciado no texto bíblico de Salmos 125:5 "...o Senhor o infligirá o castigo dado aos malfeitores". Aqui entra cristãos que flertam com o pecado sem se sentirem incomodados. 

. Influência do bem
“....  O Senhor,  trata com bondade os que fazem o bem, os que tem o coração íntegro”  
( Sl. 125:4)
Infelizmente não podemos afirmar que o bem está em todos os lugares. Seguramente há uma semente do bem espalhada em muitos lugares. Onde há um justo, fiel a Deus, há uma proteção divina. A cidade de Sodoma e Gomorra só foram destruídas depois que o justo Ló e sua família saíram da cidade.
A influência do bem pode mudar o ambiente contaminado pelo mal. Uma pequena lâmpada acesa elimina a escuridão a sua volta. Assim, é uma pessoa influenciadora do bem no seu ambiente de trabalho, na família, no lazer, onde estiver. Pessoas influenciadoras são estáveis, equilibradas e maduras.
São perfis de pessoas que Deus usa. São capazes de discernir o propósito que Deus tem para suas vidas. São capazes de superar as mazelas de um mundo mal. Não se misturam com os influenciadores do mal. Sabem do valor da confiança em Deus. Possuem um coração de paz mesmo num mundo de turbulência. Sabem que a tristeza pode durar uma noite, mas a alegria do Senhor vem pelo amanhecer. As lágrimas podem regar as sementes que se transformarão em uma colheita de alegria.

REFLETINDO:
Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço" ( Rm.8:19)
O mesmo sentimento de Paulo deve ser de cada um de nós, cristãos.
Nascemos para a prática de boas obras, mas, em nós, há uma força contrária, influenciada pelo mundo.  Fazendo uma analogia do fruto proibido, da árvore do conhecimento do bem e do mal, o mundo simboliza essa árvore. O mundo  produz frutos do bem e do  mal.  A Bíblia faz um alerta não colocar o coração em nada que o mundo produz. Não é pecado desfrutar de coisas boas que o mundo produz. O conforto é bem vindo. O perigo é colocar o coração nessas coisas. O conforto, as riquezas tem afastado  as pessoas  de Deus. 
Quando o coração está no Deus das riquezas, a prosperidade 
acompanhará a vida dos fiéis. Os patriarcas  Abraão, Isaac e Jacó, por onde passavam em terras
estrangeiras o Senhor os abençoava com riquezas.
Podemos  até ser atingido pela influencia do mal, mas jamais nos tornarmos pessoas más. Para nós cristãos, a cruz quebrou o jugo da lei da condenação, Amem! 

 Por amor de Cristo!