sábado, 12 de novembro de 2016

CASAMENTO - CORDÃO DE TRÊS DOBRAS!



"E, se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; 
e o cordão de três dobras não se quebra facilmente"( Ecl 4:12)

Como casal estamos comemorando os nossos 40 anos de casamento completados em 15 de maio 2016. Uma experiência de quatro décadas que nos credencia a resistir tudo que se opõe ao padrão bíblico em relação ao casamento e a família.  Defendemos o casamento  como uma instituição divina firmada numa aliança que envolve uma tríplice combinação: espirito, alma e corpo. Aplicando o princípio do "Cordão de Três Dobras", como aplicar essa combinação numa aliança de casamento? 

l. Aliança do Espírito.
“ Se o Senhor não edificar a casa (casamento) em vão trabalham os que edificam ” ( Sl. 127:1a.)
Aliança do Espírito é a primeira dobra do casamento. Por ser tão importante deve se dá antes mesmo do casamento; é a dobra que chamamos de experiência pessoal em Cristo Jesus. Deus precisa ter a garantia de ser a primeira dobra do casamento.  Há quarenta anos atrás quando nos conhecemos já tínhamos individualmente uma boa caminhada de experiência cristã. Nosso casamento iniciou firmado numa aliança com Deus. Desde então servimos o mesmo Deus, mantemos compromisso com a integridade e a santidade. Seguramente podemos afirmar que é a  primeira dobra mais importante  que dá sustentação ao  nosso casamento. Mantemos a concordância em andarmos debaixo da autoridade do mesmo Deus; servirmos no mesmo altar e firmados no mesmo propósito. A condicionante - "Se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os que edificam",  tem feito toda diferença em nosso casamento e família. Glória a Deus!

2. Aliança da Alma.
“...  Favos de Mel mana dos teus lábios, minha esposa!...”( Ct.4:11).
“... O meu amado se destaca entre dez mil; sua cabeça é como ouro...”( Ct. 5:10,11).
Chegamos aos 40 anos de casados valorizando essa segunda dobra. Extremamente importante pela seguinte razão: se dá  quando  um vê no outro o que os outros não são capazes de vê. Acrescentando a isso, os  objetivos de vida e  os sonhos se alinham. O marido vê na esposa um manancial de mel para trazer doçura à sua vida. A esposa vê no marido segurança e liderança. 

Muitos casais se encaixam no primeiro quesito: são fiéis e comprometidos com Deus. Mais não se encaixam no quesito aliança da alma. As razões mais frequentes, são: desníveis social e intelectual; vocação e chamado diferentes; fatores de ordens familiares. A aliança da alma nutre o casamento, emocionalmente, fisicamente e espiritualmente. O marido sendo abastecido emocionalmente e sexualmente: “Favos de Mel mana dos teus lábios, minha esposa”. Esposa  sendo abastecida com mensagens de valor. Ao seu lado tendo um marido que a valorize e a proteja. A família sente-se  segura  sabendo que  há um sacerdote na  casa,  que  ama como  Jesus ama a sua igreja, a ponto de dá a sua vida por ela. Essa segunda dobra em nosso casamento é inegociável. Vivemos o ciclo da terceira idade abastecidos do amor incondicional. Uma dobra que não se rompe facilmente!

3. Aliança do Corpo
“... A esposa não tem poder sobre o seu corpo mas tem-no o marido; da mesma maneira, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a esposa” ( I Co 7:4) .

Aliança do corpo é a terceira dobra pela sua importância muito disputada. Segundo a bíblia o corpo do cristão pertence ao Espírito Santo e ao cônjuge. No espírito nos tornamos um em Cristo; e como marido e esposa, nos tornamos uma só carne. A terceira dobra é firmada numa união inquebrável, forte o suficiente para suportar as pressões do mundo e do inferno. O princípio bíblico: “E, se alguém quiser prevalecer contra um, o cordão de três dobras não se rompe com facilidade” é uma ideia de Deus para o casamento. As diferenças, que há entre o homem e a mulher, foram engenhosamente trabalhadas pelo Criador. A base dessa parceria é a lealdade, o companheirismo e a intimidade.

REFLETINDO:
O  "Cordão de Três Dobras",  na dimensão do  espirito, alma e corpo, engloba todos os aspectos da vida de um casal: espiritual, intelectual, emocional, social e físico. Esse tipo de união não perdurará  se não tiver Deus como construtor.  Outro qualquer padrão  não suportará  as pressões de um mundo que adulterou os padrões divino. Se em algum aspecto o seu casamento precisa ser fortalecido ou restaurado,  busque ajuda do Senhor e de casais que possam ajudar. 
Por amor a Cristo!