sábado, 3 de dezembro de 2016

BREVIDADE DA VIDA - QUANTO DE TEMPO AINDA ME RESTA!?


"... Mostra-me, Senhor, o fim da minha vida e o numero dos meus dias"( Salmos 39:4) 

Em cada aniversário que faço vem a pergunta: "Quanto de tempo ainda me resta? Uma inquietação  pertinente para quem deseja  levar à vida com responsabilidade. A vida terrena deixa de ser tão relevante se comparado com a eternidade. Os  livros dos Salmos, Provérbios, Eclesiastes e o próprio Senhor Jesus deram muita ênfase a brevidade do tempo. A Bíblia nos encoraja a fazermos planos para o futuro, sem deixar dominar-se pelo pecado da presunção. Como reagiremos se  Deus mudar os nossos planos? O que você gostaria de estar fazendo daqui a quinze anos ou mais? 
Convido você a fazer as contas quanto de  tempo  lhe resta, o que fazer desse tempo que lhe resta? ....

1-  A vida  está dividida em dois tempos: o passado e o futuro
Para facilitar o entendimento vamos dividir a vida em dois tempos: passado e futuro. O Salmista declara que sua vida é do tamanho da palma de uma mão: "Deste os meus dias o comprimento de um palmo" ( Sl. 39: 5.a) . Fixe o olhos na palama de sua mão.... pense um pouco quão curta é a sua vida.  Para alguns, como eu, o tempo que passou é maior que expectativa do tempo futuro. Para   outros, você pode ser um deles, a expectativa de futuro  a fatia é generosa.  A pergunta: Quanto tempo ainda me resta?, deixa de ser tão relevante para dar lugar a uma outra pergunta: "O que fazer do tempo de que me resta"? Pare e pense! Faça um plano e submeta-o à vontade de Deus. 

2- O futuro apresenta duas possibilidades: acertar  as contas do passado e completar a obra que começou.
 A  vida é feita de resultados. Usando uma linguagem  mercantilista esses resultados apresentam um balanço de ativos e passivos. Os ativos são os resultados positivos que vão proporcionar qualidade de vida no futuro. Os passivos  são resultados negativos que  o futuro terá que pagar. 
Acertar as contas com o  passado é uma atitude sensata. A Bíblia relata a história do rei Ezequias, teve uma carreira promissora um dos poucos reis que agradaram a Deus. Inesperadamente, recebe a visita do profeta Isaías com uma notícia que ninguém gostaria de recebê-la: " Põe em ordem a tua casa (vida),  pois você vai morrer" ( 2 reis 20:1.b). Embora não seja uma visita confortadora mais providencial à vida do rei Ezequias. Deus tanto pode encurtar a vida quanto pode prolongá-la. Ezequias clamou ao Senhor com um coração quebrantado-  "chorou amargamente" (39.3b). Deus ouviu a sua oração e prolongou por mais quinze anos a sua vida.
Quanto mais ágil acertar as contas com o passado menos comprometedor será o futuro. Muitos deixam  pelo caminho obras inacabadas por conta de desacertos do passado. Cria um ciclo de frustração, tudo que começa não termina. Como está o seu ativo? O Seu futuro está garantido  com superávit  promissor? faça um sincero balanço de sua vida inicie um novo ano com expectativas positivas.

3-  O, hoje, é a linha divisória entre o passado e o futuro.
O hoje de cada cada dia deve ser vivido com toda responsabilidade como se fosse o último dia da vida. Deve ser vivido com entusiasmo como se fosse o primeiro dia da vida. A matemática é simples: cada dia vivido um dia menos do futuro.  Convido você a ler atentamente o Salmo 39.  Faça um paralelo em sua própria vida, ficará surpreso com as coincidências. Antecipo a você que não são coincidências; são reproduções de um mundo que vive sob  os efeitos do pecado. Davi relata, no Salmo 39, situações que teve que lidar, quotidianamente. Todos lidamos com situações semelhantes. 

Vamos destacar algumas  dessas situações:  
. Conduta - "....:Vigiarei a minha conduta..." (v.1) 
A conduta deve ser a vitrine da vida. O produto exposto deve ser encontrado dentro. Vigiar a conduta é extremamente importante em um mundo onde a regra é do vale tudo, dos mais espertos. A cada geração que passa o padrão de conduta vai se deteriorando; se moldando aos padrões ímpios. Davi vigiava  a sua conduta; para manter um nível de relacionamento de um amigo de Deus. Para ser amigo de Deus é impossível ser amigo do mundo. A conduta determina qual lado estamos.

.Mordaça - " ... porei mordaça em minha boca..." (v.1.b)
A mordaça geralmente é utilizada para impedir o outro a falar. Davi usa figuradamente em sua própria vida: "porei mordaça em minha boca". Decidiu não murmurar contra Deus, mesmo passando por situações das mais difíceis. Quando  tinha algo para falar dirigia-se diretamente a Deus. A mordaça não significa deixar de falar o que deve ser dito  no momento certo. Uma testemunha verdadeira pode livrar uma pessoa de uma condenação injusta. A mordaça não significa fechar a boca para não confessar os erros e se beneficiar de absolvição ou penas menores. Infelizmente, figurões da politica e dos negócios tem se valido da mordaça para se beneficiarem de um esquema sofisticado de corrupção em nosso País. A delação premiada  é uma maneira covarde  de tirar a mordaça para levar vantagem. Tiago fala do estrago que faz uma língua indomada. Compara como um fogo devastador. Afirma que a maldade da língua tem sua fonte no inferno ( Tg. 3:6). Famílias, ministérios e negócios são destruídos por boatos maldosos. A força da língua é superior a vontade em contê-la; mas contamos  com a ajuda do Espírito Santo que nos capacita com o fruto  do "domínio próprio". 

. Amargura - "... me contive inutilmente,  minha angústia aumentou" ( 1.2)
A amargura é um estágio avançado de eventos negativos que vão se armazenando no coração. Pode ser causada por insatisfação  provocada por inveja por não ser bem sucedido como o outro. O Salmo 73, narra um desabalo de um líder de adoração chamado Asafe. O seu coração estava cheio de amargura por ver a prosperidades dos ímpios - "Pois eu tinha inveja dos soberbos, ao ver a prosperidade dos ímpios"(v.3). Há  crentes vivendo esse tipo de amargura. Davi teve que lidar com a amargura quando viu os seus maiores amigos e colaboradores o abandonando nos momentos mais difíceis. O próprio Senhor Jesus Cristo teve que enfrentar traição dentro do seu grupo seleto de apóstolos, mas não foi contaminado pela amargura- disse a Judas"  "o que tens que fazer, faça logo".   Conter a amargura, resignadamente ou propositalmente, é declarar falência da vida. Com uma agravante: eliminar Deus das soluções dos problemas. O pecado quando não é contido, vai gerando outros pecados em série: pecado da inveja gera o pecado da murmuração; que gera  amargura; que gera o pecado da idolatria. O idólatra não tem parte no Reino de Deus.

4. O passado e o futuro se encontram - o que fiz da vida?
Quando o passado se encontra com o futuro? Quando você não tem mais o amanhã para viver. Quando a morte bate à porta da vida, e diz: acabou. Não haverá mais passado; não haverá mais futuro. Para tudo! O que está feito é o que vale. Quantas pessoas morrem tão cedo na vida que não dá tempo do passado e do futuro se encontrarem. Passam  como um relâmpado pela vida. Deus não planejou  esse tipo de fim pra ninguém. Os heróis da bíblia viveram anos fartos e prósperos.... Abraão deixou o legado da fé;  Davi deixou o legado do homem segundo o coração de Deus; Paulo deixou o legado do bom combate da fé; Neste últimos dias de novembro foram convocados ao merecido descanso dois eméritos pastores e mestres:  pastor e professor, Russell Phillip Shedd, que deixou um legado de amor à Palavra de Deus; o incansável  pastor e escritor, Edson Queiroz, que deixou o legado da chama por missões global.
O funeral é o epílogo da vida. Em poucos minutos ali se resume os feitos que marcaram a passagem pela vida.  A pergunta: O que fiz da vida? - o verbo fazer - está conjugado no pretérito perfeito - " Eu Fiz (.....)".  É desconfortável  participar de um momento fúnebre que não tem muita coisa a falar de quem se foi.  

REFLETINDO:
Esta reflexão veio bem forte em meu coração no dia do meu aniversário. Uma inflexão sobre a minha própria vida. Uma prestação de contas para mim mesmo. Confesso que foi uma viagem no tempo, passando por memórias ricas, maravilhosas; mas também, por memórias que gostaria que fossem apagadas. O balanço é positivo. O Senhor Deus agraciou-me, dando-me um ativo enriquecido de muita graça e misericórdia. A velhice é bênção do Senhor. Que o meu legado seja de amor à Palavra de Deus; de uma fé que dê o meu melhor para Deus; de um relacionamento  que me faça amigo de Deus; e que eu viva o bom combate, até o último dia. Que o  passado e o  futuro encerrem a trajetória de uma vida que lutou o bom combate da fé. Amem.


Dedicamos essas ultimas linhas, em oração e súplica,  por todas as famílias enlutadas que perderam seus queridos no trágico acidente aéreo, que transportava o time de futebol da Chapecoense, Jornalistas, dirigentes e tripulação.  Que o Senhor abrace cada família dando o seu consolo e força para vencer. Para esse time de vitoriosos, exceto os 6 sobreviventes - a vida e a morte, o passado e futuro, se encontraram! Parou tudo. Epílogo! Momento de grande consternação e reflexão!

Por amor a Cristo!
Gratidão:
Com gratidão registro o meu sincero agradecimento por centenas de mensagens enviadas na ocasião do meu aniversário (23).  São amigos, irmãos e parceiros que nos unem na batalha da fé. Sinto-me pastor de uma grande igreja Online,  espalhada em todos os Continentes.

Legado:
Nestes anos de aprendizado e de ministério com família,  preparamos duas apostilhas nas áreas de Família e Finanças. Quem desejar receber  uma ou as duas apostilas, poderá entrar em contato conosco,  através do - e,.mail  ( araosalgado@gmail.com)  - teremos o prazer em enviar.

- Planejando a Minha Família a Maneira de Deus. 

- Finanças & Vida - Uma Combinação de Sucesso.