sábado, 25 de março de 2017

LIDERES - DESATENTOS COM OS SEUS PONTOS FRACOS!



Há no interior de cada líder uma força capaz de vencer gigantes, mas há  também dentro de cada líder pontos fracos que podem conduzir ao fracasso. A personalidade humana tem traços marcantes de pontos fortes e pontos fracos. O rei Davi um símbolo de um líder vencedor,  por não cuidar de seus pontos fracos experimentou amargas derrotas em áreas importantes de sua vida. Acompanhe os pontos fracos de Davi.....

1-       Dominado pelo  Medo.
“... E Davi levantou-se, e fugiu, aquele dia, de diante de Saul, 
e veio a Aquis, rei de Gate ( I Sm.21:10).
No interior de uma pessoa forte, destemida e corajosa há também o ponto fraco o  medo. Davi venceu um gigante agora foge para não morrer. O mesmo ocorreu com o profeta Elias, desafiou o rei Acabe e 850 profetas, e fugiu de Jezabel, uma idólatra. O medo é um ponto fraco interiorizado em cada um de nós; age, sorrateiramente, no momento quando mais precisamos de coragem. Muitos lideres, por não cuidarem do seu  ponto fraco, o medo, acabam fugindo de grandes desafios e sucumbem no percurso do caminho. Você passou por alguma experiência onde o medo  interrompeu seu avanço espiritual?  

2-      Usar a  Mentira como Defesa.
“... E disse Davi ao Sacerdote Aimeleque: O rei me encomendou um negócio e me disse: Ninguém saiba deste negócio pelo qual eu te enviei e o qual te ordenei...”( I Sm. 21:2).
A mentira é o recurso dos fracos. Por medo as pessoas mentem. Abraão mentiu com medo ao declarar que sua esposa era sua irmã. Davi na sua fuga do rei Saul, mentiu ao sacerdote que estava as pressas a serviço do rei. Argumentou que tratava-se de uma missão secreta e urgente. Essa  mentira causou a morte de 84 sacerdotes. A mentira tem sido o principal recurso dos envolvidos no esquema de corrupção de nosso país. Muitos lideres, por não cuidarem dos seus  pontos fracos, lançam mão da mentira, causando enormes prejuízos em todas as esferas de liderança. Por mais que sejam fortes as circunstâncias nada justificará usar a mentira como argumento de defesa  para os seus atos. Cada vez que abandonamos nossos pontos fortes acabamos  alimentando os pontos fracos. É impossível passarmos pela vida e não sermos tentados a mentir. A tentação não é pecado enquanto não se tornar em ato consumado. E você? Que tipo de expderiência vivenciou usando o recurso da mentira?

3-      Usar a Arma do Inimigo.
“...E disse  Davi a Aimeleque: Não tens aqui à mão lança ou espada alguma? Porque não trouxe à mão nem a minha espada nem as minhas armas, porque o negócio do rei era apressado. E disse o sacerdote: A espada  de Golias, o a quem tu feste no vale do Carvalho, eis que ela qui está ...... e disse Davi não há outra semelhante; dá-ma” (1 Sm 21:8,9).
Usar a arma do inimigo é um ponto fraco perigoso. Davi derrotou um gigante na força do Senhor. Rapidamente se deixou levar pelo seu ponto fraco apropriando-se  da arma do inimigo que não fora capaz de protege-lo. A liderança de Davi foi minada pelos seus pontos fracos. Do medo veio a mentira, e agora, valendo-se da própria arma do inimigo. Isso faz algum sentido para você? O apóstolo Paulo alerta para o desvio de conduta, quando deixamos de lutar com as armas espirituais, para lutar com as armas da carne (2 Co 10:4). Quantas vezes passamos por situações semelhantes, vitórias em algumas áreas, frustrações em outras? Você já usou desses recursos? 

4-      Buscar Refúgio em Cavernas.
“....E Davi se retirou dali e se escapou para a caverna de Adulão...”( I Sm. 22.1.a)
Davi teve um declínio vertiginoso do palácio para uma caverna.  Outro grande personagem bíblico, o profeta Elias, ao fugir da idólatra Jezabel se escondeu numa caverna. A caverna é lugar de homens fracos.  Para os tempos de hoje a caverna significa  envolvimento em sistema de corrupção. Enquanto escrevemos vem a nossa mente poderosos lideres dos negócios, dos palacios e parlamentares, escondendo-se em cavernas imorais, condenados em  prisões. Lideres religiosos  que se deixam se levar pelos seus pontos fracos e vivem em cavernas de escândalos morais e éticos. Escondendo-se   em cavernas chamadas ministérios, como se achassem protegidos por uma imunidade espiritual.

5-      Sacrificar a Família na  Busca de Sucesso.
“... E Davi e os seus homens vieram à cidade, e eis que estava  queimada a fogo, e suas mulheres, seus filhos e suas filhas eram levados cativos”  ( I Sm. 30:3).
Todo líder é um visionário, tem objetivos  e metas a vencer. Nada justifica deixar a família para trás. Davi, por duas vezes, se deixou levar pelo seu ponto fraco. Fugiu de Saul deixando para trás a sua mulher Milca, filha do rei. Repetiu a sena quando decidiu reconquistar seus sonhos e objetivos. Nesse seu ímpeto de conquista se oferecia a guerrear até mesmo ao lado do inimigo do seu próprio povo. Numa de suas idas e vindas de batalha, retornou  para junto de sua família já não mais  a encontrou, havia sido sequestrada pelos inimigos.
Essa história se repete na vida de muitos lideres. Na busca de suas realizações pessoais, deixam suas famílias a mercê e vulneráveis. Acabam destruindo o casamento,  os filhos sem destino na vida, sucumbindo no mundo das drogas, da prostituição. Você conhece lideres assim?

6-      No sucesso Ser Dominado pela Soberba.
"... Depois de contar o povo, Davi sentiu remorso e disse ao Senhor: 'Pequei gravemente com o que fiz!..."( 2 Sm.24:10).
O sucesso de Davi teve um salto vertiginoso que inveja os megas executivos dos tempos modernos. De 400 homens que seguiam a sua liderança chegou a 1.300.000 soldados ( 2 Sam .24:9). Isso mexeu com a vaidade de Davi. Também mexeu com a ira de Deus.  O sucesso deixa de ser sucesso quando a soberba toma conta do coração. Muitos talentosos lideres, empreendedores,  sucumbem com o seu ponto fraco chamado soberba. 

REFLETINDO......

"... Por isso, por amor a Cristo , regozijo-me nas fraquezas, nos  insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte"( 2 Co. 12:10) 
Os pontos fracos existem como aviso que estamos abandonando os pontos fortes. Apontam  as nossas limitações, funcionam como uma luz amarela para  o mal uso dos pontos fortes. Os pontos fracos é o antídoto quando eventualmente ocorrer desvios de conduta desenvolvendo soberba, altivez, vaidade desordenada.
Ninguém é perfeito, não existem super homens nem super fracos. Cada pessoa fora criada  na medida certa,  nem mais nem menos. Ninguém conseguirá realizar tudo do jeito que gostaria.  Encontrar o equilibrio na vida, focar nos pontos fortes, não desperdiçar tempo e energia em planos secundários, são dicas importantes que aprendemos com a exepriência de vida do apostolo Paulo: " Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé" ( 2. Tm.4:7).
Por amor a Cristo!