sábado, 15 de abril de 2017

PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO - UMA PASSAGEM À VIDA!


"... Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coias velhas já passaram; eis que tudo se fez novo"  ( 2 Co 5:17 ).

A Páscoa Cristã é uma passagem que não tem volta.  Renascer de novo  é assumir uma nova identidade definitiva, em Cristo. O ponto central para entendermos as implicações do - ser uma nova criatura em Cristo, está na convicção de uma experiência pessoal: "Não mais vivo eu, mas Cristo vive em mim?" ( Gl. 2:20). As implicações da nova vida em Cristo não se trata de mudanças de padrões espirituais, éticos e morais. O renascer de novo, no espírito, trará transformações de mente e coração,  que mudará as ações pelo resto da vida.
Assim entendemos o significado da Páscoa Cristã:  uma passagem sem volta.  A vitória sobre o pecado é definitivo;  como definitivo desfrutar da nova  vida em Cristo. Quais são os efeitos dessa passagem da nova identidade em Cristo?:

1-  Recebe uma nova natureza divina.
"... Dessa maneira, ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas voces se tornassem participantes da natureza divina e fugissem da corrupção que há no mundo, causada apela cobiça"( 2 Pe 1:4).
Os efeitos práticos da nova natureza divina é não mais  se contaminar com a degradante corrupção humana. A natureza divina não gera  cobiça de nada que há no mundo.  Por quê, então, muitos crentes se contaminam com a corrupção do mundo e cobiçam os prazeres do mundo? A mente e o coração ainda continuam contaminados com a  velha natureza. Foi assim com o povo Hebreu. Diante das dificuldades no deserto sentiram-se saudades da vida que levavam no Egito. Paulo chama de cristãos carnais  os que procuram viver  as duas naturezas.  

2-  Participa  de uma nova ordem de prática de  vida.
".... Cada um deve permanecer na condição em que foi chamado por Deus"
( 1 Co 7:19)
Não se trata de uma mudança de ordem física e territorial. A Bíblia recomenda que deveremos permanecer onde e no estado quando fomos chamados. A nova ordem de vida é espiritual. A vida e os ensinamentos do Senhor Jesus Cristo, a cada resposta que dava as necessidades do coração do pecador  fundamentam  os valores  de uma nova ordem do Seu Reino. A fé é a regra tanto para as ações seculares quanto para as ações espirituais. A regra básica da fé é: "Confiai nele em todo tempo" (Sal. 62:8). Na prática funciona: agir no natural com o máximo do meu potencial, agir no espiritual no máximo da  dependência de Deus. Não há nada mais seguro do que uma vida de dependência do Deus que guarda alianças.

3-   Como lidar com os negócios aqui na terra.
“... Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas....” ( 1 Ts.4:6)
O mundo não para para o Cristão aqui na terra.  A bênção da prosperidade é uma promessa de Deus. O que muda é o foco para onde investimos os frutos da bênção.  Os sistemas econômicos do Reino de Deus e do mundo não se encaixam em suas finalidades. O empreendedorismo é vocação de Deus. O negócio de Deus são pessoas, os do mundo, são valores materiais. O empreendedorismo do Senhor Jesu Cristo é de ordem espiritual. O negócio do Reino de Jesus é povoar os céus de pecadores salvos. O crente que perde a visão de um empreendedor  do Reino de Deus, os seus negócios estão contaminados pelo sistema do mundo. 

4-  Para  a Santificação.
"... Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor"( Hb.12:14) 
A passagem para nova vida em Cristo é instantânea, no espírito. O que não acontece na alma e no corpo. A alma carrega registros emocionais que não se apagam com o tempo. O corpo sofre envelhecimento físico continuo. A santificação é o deserto da Páscoa Cristã. É na santificação que Deus forja o caráter da nova vida. Todo crente passa por esse processo que demanda pela vida toda.  A santificação passa pela pureza de mente, pela pureza  sexual, pela fidelidade matrimonial, pelo trato com o que é do próximo, pelos relacionamentos interpessoais. A bíblia é enfática, ao declarar: "sem santidade ninguém verá o Senhor". Acredite no que  a Bíblia diz,  que: " Não se deixe enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá" ( Gl. 6:7). As consequências são espirituais com resultados práticos à vida. Há  muitos cristãos não vendo Deus: na sexualidade, no casamento, nos negócios, nos relacionamentos. 
Refletindo:
A Páscoa Cristã é arriscar todo o futuro pela fé. Uma decisão sem volta. O meu testemunho pessoal já se passaram 56 anos sem volta. Continuo no processo de santificação. Desistir, jamais!  Se você está desanimado, ou pensou em desistir, saiba que o  Sacrifício do Senhor Jesus é definitivo. Como é impossível  uma pessoa retornar ao últero da mãe, impossivel nascer de novo e retornar ao ventre do velho homem. Há cristãos, a exemplo dos hebreus que pereceram no deserto,  perecem no deserto da santificação, mas as marcas do perdão de Deus permanecerão em seus corações. 
Por amor a Cristo!